Notícias

Publicado em 02 de Outubro de 2015 às 22h:24

Patrick Teixeira vence e dá mais um passo rumo ao título mundial

AutorDaniel Leal

O brasileiro Patrick Teixeira (26-0, 22 ko’s) fez o esperado e venceu o veterano Don Mouton (14-10-1, 12 ko’s) por nocaute técnico no sétimo round, agora á pouco no Belasco Theater em Los Angeles, Califórnia, dando assim um passo importante para a disputa do cinturão mundial que tanto sonha.

Patrick iniciou a contenda não se importando com os ataques de Mouton, e utilizando duras combinações que pareciam fluir de forma muito natural, além de vários ganchos de esquerda no fígado que fizeram seu oponente tomar mais cuidado com o brasileiro.

Continuando á aplicar muito volume, Teixeira acertou ainda mais golpes limpos, principalmente no corpo, aumentando o castigo á Mouton no segundo assalto. A essa altura o americano já não demonstrava tanta confiança quanto no início do combate. O mesmo cenário se manteve na terceira passagem, quase que sem respostas por parte de Mouton.

Avisado no corner pelo árbitro de que precisava mostrar algo mais, o estadunidense melhorou sua performance ofensiva e defensiva na quarta rodada, mas nada que não fosse facilmente superado pelos punches dos mais variados tipos aplicados por Patrick.

Com o olho direito já muito inchado, um corajoso Don Mouton recusava-se á cair durante o quinto giro. Sem problemas para Teixeira, que seguia castigando-o cada vez mais, em um amplo domínio e grande demonstração de confiança.

No sexto assalto, as coisas se complicaram para o brasileiro, que na metade do mesmo acabou pego em um contragolpe de direta perfeito, bambeou, e, protegendo-se mal, acabou sendo novamente acertado, tendo que sobreviver por alguns segundos e se recuperando ao final dos 3 minutos.

Para não haver mais problemas, Teixeira partiu determinado no 7º round, e atingiu seus objetivos. Sem parar para respirar, aplicou combinações nas cordas até o árbitro não ter mais escolha á não ser encerrar o embate.

Bela vitória para o melhor pugilista “pound-for-pound” do Brasil no momento, apesar do que ocorreu no 6º giro, que poderia ter complicado as coisas. Por mais que Don Mouton seja um duro oponente vindo de categorias maiores, á que se considerar o que deu errado naquele momento para que Patrick se apresente ainda melhor, sem correr riscos de um tropeço. Para quem já apresentou tamanha evolução na carreira como ele, não duvido de que ter tomado esse susto possa ter sido algo, no fim das contas, positivo para seu prosseguimento na carreira.

Resta, no momento, aguardar o cumprimento da promessa de Oscar De La Hoya e da Golden Boy Promotions, de que Teixeira, número #6 e #7 do mundo nos médio-ligeiros por FIB e OMB, respectivamente, terá uma oportunidade mundialista muito em breve. Na nossa visão, o caminho está muito bem pavimentado, e o catarinense tem chances reais de se tornar o 5º Campeão do Mundo tupiniquim na história!

Comentários