Notícias

Publicado em 25 de Janeiro de 2016 às 10h:59

Bonsante é desclassificado e perde para Campas

Foto do autor

Autor Luigi F.

Bonsante (esq.) x Campas (dir.) - Imagem: Ricardo Ibarra/Fightnews

Em embate que pode ter marcado a última exibição profissional dos dois pugilistas, o mexicano Luis Ramon “Yori Boy” Campas (106-17-3, 81 KOs) acabou vencendo o ex-participante da primeira temporada do The Contender Anthony “The Bullet” Bonsante (34-13-3, 18 KOs), após o americano ter sido desclassificado. O duelo ocorreu no Civic Center, na cidade de Butte, Montana, nos EUA.

Os primeiros quatro assaltos foram de certo equilíbrio, com bons momentos de ação e trocas de golpes, com ligeira vantagem para Campas. No quinto giro, após forte gancho no corpo, Bonsante foi à lona. Na sequência, o “Number 1 Daddy” ainda perdeu um ponto pelo excesso de clinches, após ter recebido algumas advertências durante o combate.

No assalto seguinte, um desfecho triste e bizarro: frustrado com sua atuação, Bonsante levantou o adversário perto da altura do seu ombro, fazendo com que o mesmo caísse pressionando o joelho ao “aterrissar”. Agonizando de dor, Campas não conseguiu levantar, o que forçou o árbitro Kevin McCarl a interromper a luta, desclassificando Bonsante e dando a vitória ao mexicano.

“Eu sinto muito. Campas é um grande lutador. Eu estava sendo batido e fiquei frustrado”, disse um arrependido Bonsante pelo microfone, se desculpando para a plateia local que vaiou bastante ao final da luta. Após a luta, Campas se mostrou ainda irritado com a postura do adversário. “Acho que ele pensou não ter nenhuma alternativa a não ser lutar sujo. Ele não conseguia mais lutar, estava a caminho do fim. Mais dois rounds e eu teria batido ele ali, então ele procurou uma outra saída. Foi um péssimo espírito esportivo. Isso não se faz”, declarou o “Yori Boy”.

Com a vitória, Campas finaliza uma carreira com 126 lutas realizadas, em pouco menos de 29 anos de atividade, tendo se sagrado campeão mundial dos médio-ligeiros pela FIB em 1997. Bonsante, por sua vez, interrompe a série de duas vitórias consecutivas desde seu retorno aos ringues em 2014. Antes do combate, ambos os pugilistas declararam que essa seria a última luta de suas carreiras. 

Comentários