Notícias

Publicado em 11 de Fevereiro de 2016 às 21h:16

Bradley vs Pacquiao III não valerá cinturão da OMB, que será disputado por Ali e Vargas

AutorDaniel Leal

Entidade já havia se pronunciado muito antes do acerto, sobre defesa obrigatória que Timothy descumpriu. (Imagem: Chris Farina/ Top Rank)

O terceiro duelo entre os meio-médios Manny Pacquiao (57-6-1, 38 ko's) e Timothy Bradley (33-1-1, 13 ko's) não valerá nenhuma cinta mundialista, apesar da magnitude do confronto, principalmente em se tratando do possível afastamento definitivo do ídolo filipino dos ringues. Isso porque, mesmo Bradley sendo, até então, campeão da categoria pela OMB, já havia sido definido que, após sua defesa opcional frente a Brandon Rios, em Novembro de 2015, o norte-americano deveria colocar em jogo o boldrié diante do número #1 do ranking, Sadam Ali (22-0, 13 ko's).

Por causa da oportunidade do confronto diante do “Pacman” no dia 09 de Abril próximo, o tetracampeão em duas categorias distintas desistiu da contenda com Ali, e, por consequência, a Organização Mundial de Boxe, acertadamente, declarou o título vago.

Com isso, uma interessantíssima batalha entre Sadam, ex-lutador olímpico dos EUA, e Jessie Vargas (26-1, 9 ko's), ex-campeão dos meio-médios-ligeiros pela AMB, no dia 05 de Março, valerá este cetro, no momento, sem dono.

Para quem não se lembra, Vargas foi o oponente de Bradley na disputa pelo então campeonato interino, em Junho passado, tendo sido prejudicado pelo árbitro Pat Russel no último assalto, quando estava prestes a nocautear o americano, mas viu o terceiro homem no ringue encerrar as ações 10 segundos antes do tempo correto. Com justiça, terá nova chance de conquistar este reinado, porém, seu adversário, pouco conhecido aqui no Brasil, é muito talentoso, e não facilitará em nada o seu caminho.

Comentários