Notícias

Publicado em 03 de Junho de 2008 às 00h:00

Reflexão: Boxe, o esporte democrata!

AutorDaniel Leal

Imagem: Bert Hardy/Picture Post

*Matéria originalmente publicada em 03/06/2008

Você já reparou que qualquer pessoa, de qualquer idade, sexo, raça, religião e classe social pode praticar o boxe? Desde o mais pobre, ao mais rico, a nobre arte está lá, para quem quiser colocá-la em prática, para competição ou não.

Ao calçar luvas ninguém lhe pergunta se seu saldo bancário está devedor, se a cor da sua pele é mais clara, ou mais escura, aonde você estudou, ou o que faz da vida para sobreviver.

O nosso querido esporte de luvas não pré-seleciona seus praticantes. Você não precisa ser financeiramente bem-sucedido, pois não necessita de um animal de raça – como ocorre no hipismo – ou um pequeno carro de corrida – como no kart - para aprender os conceitos básicos. Você pode estudar este esporte sem nenhum custo!

Não precisa viver em um país em que o boxe é extremamente popular para praticá-lo. Basta querer e você conseguirá soltar jabs, diretos e cruzados em pouco tempo, em qualquer lugar do mundo, haja visto que até no Afeganistão existe uma seleção nacional de pugilismo!

Muito se fala em democracia no mundo. Querem por isto em prática de verdade? Deveriam então ter se espelhado no boxe! Neste esporte, qualquer Zé Mané pode virar rei, ainda vivendo como tal, de uma hora pra outra, ás custas de seu próprio esforço e talento. Quer mais igualdade e probabilidade de ascensão social do que esta?

Logicamente, nem tudo são flores... O boxe também possui suas desigualdades, principalmente no que tange aos recursos, ainda mais se compararmos a estrutura proporcionada de país em país. Mas comparando pugilistas dentro do mesmo cenário, realmente o parágrafo á cima me parece razoavelmente certo.

É claro que o pugilismo carrega consigo suas injustiças. Muitos acabam pelo caminho e existem aqueles que nunca chegarão ao topo, servindo para que outros alcancem esse objetivo. Estes personagens terminam por cumprirem uma parte que não lhes é agradável, ficando longe da “realeza”. Isso mostra apenas que o boxe é igual ao capitalismo, praticamente a única forma - ou a ”menos pior” - que o ser humano encontrou até hoje para conseguir ser... Democrático!

Comentários