Notícias

Publicado em 01 de Abril de 2009 às 00h:00

Cuidado com o Senhor X

AutorDaniel Leal

Ele é um agente do mal, ou um homem bondoso? Seria o Senhor X um mero agenciador, um cafetão de pugilistas?

Ele vai sorrateiro, conhece um contato, se diz um “amigão” do promotor famoso, ou um treinador respeitado, mas com o boxe parece não estar preocupado. Ele dá uma “excelente” oportunidade de promessas nacionais lutarem fora do país. Mas como tem problemas de memória em curto prazo, se esquece de avisar que eles estão lá para serem derrotados.

Gosta das caças que valem ouro, nada de carros com mais de 100000 KM, esses já têm os senhores deles. A organização de homens letra, (Senhor A, B, C, D, até o X), a cada dia que passa cresce mais, como bactérias que acharam um bom lugar para se multiplicarem – O Brasil, pelo clima quente, parece propício.

Não vale levar o que quer perder, tem que levar aquele que jamais perde, parece que a carne é mais macia. Na Europa e nos EUA também é mais valorizado, o que já torna a questão mais mercadológica do que amadora. Aqueles que querem ser campeões e tentam ser levados á sério são os alvos preferidos do Senhor X. Ele quer só os invictos!

Portanto caro amigo pugilista, cuidado com ele. Como um ninja, entra sem ser percebido, conversa com você, seu manager, seu treinador, promete um mundo, só te mostra o fundo, e te leva embora quase tudo. Ele é algo como a antítese do Round13, não quer te ajudar, só atrapalhar, e claro, levar o dele.

Caríssimos talentos brasileiros com potencial de tronarem-se campeões do mundo, ai vai um recado: Cuidado com quem procurá-los com propostas de lutas no exterior, pode ser o temido Senhor X. Ele te fareja como um cão de caça pela internet e quer levar de você o “0” logo ao lado do seu número de vitórias, e o pior, não tem cara, não tem nome, pode ser qualquer um...

Comentários