Notícias

Publicado em 18 de Abril de 2016 às 12h:02

Carlos Falcão perde por pontos

AutorDaniel Leal

Brasileiro lutou os dez rounds de combate, mas não conseguiu sair com a vitória de sua luta na Hungria. (Imagem: Patrick Nascimento)

No último sábado, conforme anunciamos, o cruzador brasileiro Carlos “Falcão” Nascimento (13-3, 9 ko's) foi à Budapeste, na Hungria, encarar o local Imre Szello (12-0, 7 ko's), mas não obteve êxito. Em dez rodadas de embate, Falcão não conseguiu superar Szello, que tem vasta experiência no boxe olímpico, apesar de estar ainda iniciando sua jornada profissional.

Ao soar final do gongo os jurados apontaram, de forma unânime, a vitória de Imre por 100-90 (três vezes), marcando todos os assaltos à favor do atleta da casa. Aos 32 anos o húngaro continua sequência de vitórias na vertente paga do esporte. Já Nascimento soma sua segunda derrota em duas visitas ao exterior – a primeira havia sido diante de Mateusz Masternak, na Alemanha, em Setembro de 2015.

Com 27 anos, o brasileiro acumula histórico de 3-3 nas últimas 6 apresentações. Talvez precise de sequência maior de combates vitoriosos no Brasil antes de se aventurar novamente lá fora. Falcão sabe boxear a distância, com movimentação de pernas, o que pode ser um trunfo, dependendo do estilo do oponente. Se tiver tempo para se desenvolver em casa, no futuro poderá obter resultados melhores no exterior.

Carlos é agenciado por Patrick Nascimento através da IBG (International Boxing Group).

Comentários