Notícias

Publicado em 24 de Abril de 2016 às 19h:15

Fabiano Pena e Irineu Beato perdem no exterior

Foto do autor

Autor Luigi F.

Smith Jr (esq) derrotou Pena (dir) ontem. Imagem: Star Boxing / Reprodução: Twitter

Em evento ocorrido no Paramount Theatre, em Nova York, o brasileiro Fabiano “Pit Bull” Pena (16-5-1, 12 KOs) acabou superado pelo norte-americano Joe Smith Jr (21-1, 17 KOs). O estadunidense nocauteador de 26 anos conseguiu vencer por nocaute técnico no segundo round, após engatar uma série de golpes não correspondida pelo lutador brasileiro, que nada pôde fazer ao ver o árbitro encerrar a contenda, decretando a vitória do dono da casa.

“No primeiro round pressionamos um ao outro, mas no final do segundo round ele acertou uma sequência, eu estava nas cordas e não respondi aos golpes, fazendo com que o juiz parasse a luta. Eu não cheguei a cair, me mandaram para o hospital para fazer exames preventivos e tirar um raio x, mas está tudo bem, e em uma hora eu fui liberado. Foi uma pena, pois eu estava preparado para essa luta, mas não fui capaz de derrubá-lo”, declarou Fabiano hoje pela manhã, em conversa exclusiva com o Round13.

Essa foi a 15ª vitória consecutiva de Smith Jr, que sofreu apenas um revés no profissionalismo, quando foi surpreendido por Eddie Caminero, em agosto de 2010. Desde então, são 12 vitórias por nocaute e 3 por pontos. Apelidado de “The Irish Bomber”, Smith vem sendo treinado por Tommy Gallagher, treinador conhecido por sua participação na primeira temporada do The Contender.


Fabiano Pena (esq) antes da luta realizada ontem, em Nova York. Imagem: arquivo pessoal

Já Fabiano Pena sofreu sua primeira derrota em 2016. O brasileiro, que gerencia de forma independente a própria carreira e vem treinando e morando no exterior, foi derrotado pela quinta vez. Dessas, quatro ocorreram no limite dos meio-pesados, divisão de peso na qual a luta de ontem aconteceu.

“Vou descansar uma semana, e depois voltarei a lutar e treinar novamente. Todos ganhamos e perdemos. Sou um lutador e não será essa derrota que vai tirar meu objetivo. Obrigado a todos pelo apoio”, finalizou o “Pit Bull”.


Wallin (dir) venceu Irineu (esq) na Suécia. Imagem: Reprodução Instagram (@ottowallin)

Enquanto isso, em Estocolmo, na Suécia, o peso pesado local Otto Wallin (15-0, 11 KOs) suplantou o brasileiro Irineu Beato Costa Jr, o “Negro Tei” (19-7, 17 KOs) no terceiro assalto, por TKO.

Com a vitória, o canhoto sueco de apenas 25 anos, que foi um dos sparrings de Anthony Joshua na preparação deste para o confronto contra Charles Martin, mantém-se invicto no profissionalismo. Já Irineu, que em 2011 obteve uma excelente vitória no exterior arrancando a invencibilidade do hermano Matias Ariel Vidondo na casa do rival, sofreu seu sétimo revés no exterior. Até hoje, o pesado brasileiro foi derrotado lutando apenas fora do país.

Infelizmente, não conseguimos entrar em contato com Irineu para maiores detalhes.


Sueco venceu brasileiro por TKO. Imagem: Reprodução Instagram (@ottowallin)

Comentários