Notícias

Publicado em 01 de Julho de 2016 às 08h:00

Aelio “Biro” Mesquita, Natan Coutinho e Wenes “Bandeira” nas preliminares de Santos!

Foto do autor

Autor Luigi F.

Aelio "Biro" Mesquita, Natan Coutinho e Wenes "Bandeira". Imagens: Reprodução / Facebook

Como já havíamos noticiado na semana passada, no próximo dia 8 de julho, o primeiro grande evento de boxe  em solo nacional no segundo semestre de 2016 ocorrerá no Mendes Convention Center, em Santos, litoral paulista. A programação, que terá como luta de fundo o confronto entre Yamaguchi Falcão (10-0, 4 KOs) e o colombiano Devis Caceres (19-6, 14 KOs), válido pelo cinturão latino dos médios pelo CMB, atualmente nas mãos do brasileiro, deve contar com boas preliminares.

Além do combate entre Adeilson “Del” dos Santos (16-2, 12 KOs) e o colombiano Walberto Ramos (24-7-2, 17 KOs), que já noticiamos, mais alguns embates preliminares já estão definidos.

Em disputa pelo cinturão de campeão brasileiro dos penas pela Confederação Brasileira de Boxe Profissional (CBBP), Aelio “Biro” Mesquita (12-0, 10 KOs) faz uma das lutas mais importantes de sua carreira diante do experiente Juciel Lima Nascimento (Boxrec: 24-17-1, 17 KOs), em contenda prevista para 10 assaltos.


Aelio "Biro" Mesquita (Imagem: Reprodução / Facebook) e Juciel Nascimento (Imagem: Boxrec)

“Minha preparação vem sendo intensa, pois será uma luta de 10 rounds, mas estamos trabalhando focados para conquistar o título. A sensação é de grande responsabilidade. Sei que será uma luta muito dura, pois o Juciel é muito experiente, mas confio no meu potencial, e com fé em Deus, vou sair campeão e concretizar um sonho de infância”, declarou “Biro” com exclusividade ao Round13.

Outro duelo que fará parte do evento será o confronto entre Natan Coutinho (13-1, 10 KOs) e Leonardo Rufino (1-0, 1 KO), na categoria dos super-moscas. Aos 22 anos, Natan fará sua segunda luta após o combate contra o chinês Zou Shiming, em janeiro, quando acabou sofrendo a primeira e única derrota de sua carreira profissional. Já Rufino vem para sua segunda disputa no profissionalismo. O combate foi confirmado à nossa equipe pelo próprio Natan.


Natan Coutinho (Imagem: Jonathan Roberts Photography) e Leonardo Rufino (Imagem: Reprodução / Facebook)

“Me sinto muito confiante, tranquilo. Sou um cara extremamente competitivo, e não gosto de perder, pois me sinto ridículo quando perco. A luta na China me serviu como experiência, mas deixou um gosto amargo para mim que eu não quero nunca mais sentir de novo: o de perder. Venho treinando dia-a-dia, buscando a melhor forma possível para chegar na próxima luta, me apresentar bem, conseguir a vitória e tirar qualquer desconfiança que ainda possa existir em relação ao meu boxe”, declarou Natan, também em conversa com o Round13.

Questionado sobre seu oponente, Coutinho comentou sobre o que conhece, e afirmou que espera uma boa disputa. “Sobre o Leonardo, eu vi uma luta dele já. Ele tem um jogo parecido com o meu no que diz respeito à agressividade, então posso dizer que se nós dois fizermos o que estamos acostumados, teremos uma luta à moda antiga: dois lutadores na curta distância trocando porrada o tempo todo. É isso que eu vou fazer, vou tentar pressionar meu adversário e se Deus quiser, vai dar tudo certo”, finalizou o pugilista paulista.

Já entre os super-leves, Wenes “Bandeira” de Souza (12-0, 9 KOs) encara Rodolfo Franz Karbstein (9-17, 7 KOs). Bandeira fará sua primeira luta em 2016, enquanto Rodolfo tenta reencontrar-se com a vitória, após perder em seu último combate, no mês de maio, para Vitor Jones Freitas.


Wenes "Bandeira" (Imagem: Jonathan Roberts Photography) e Rodolfo Franz (Imagem: Reprodução / Instagram)

“Estou muito bem preparado, forte e praticamente no peso. Me sinto muito forte na categoria de 63,5 kg. Fiz mais de 70 rounds de sparring e estou muito ansioso para buscar essa vitória e mostrar um bom boxe para todo mundo. Estou treinando para ser o melhor e para chegar a uma disputa de título mundial no futuro da minha carreira”, disse Wenes ao R13.

Já Rodolfo Franz, também mostrou estar preparado. “Minha preparação se consistiu em corrigir algumas falhas que cometi na minha última luta, e estou fazendo um trabalho de força para subir bem de peso. Estou indo para ganhar. Já vi algumas lutas do Wenes Bandeira, e acho que será uma luta muito técnica, pois ele se movimenta bem, e tem uma boa altura, o que irá dificultar as coisas para mim. Mas, apesar da dificuldade, estarei sempre em busca da vitória”, finalizou Rodolfo.

Além dos cinco confrontos comentados acima, os organizadores anunciaram mais três lutas para o evento:

- Douglas Ataíde (15-2-1, 8 KOs) vs Valdevan Pereira (Boxrec: 8-7, 7 KOs)
Categoria: Médios
6 rounds

- Phabro Ribeiro (3-0, 3 KOs) vs Luciano “Bahia” Santos (Boxrec: 1-6, 1 KO)
Categoria: Super-galos
4 rounds

- Rogério Caciatore vs Daniel “Criminal D” Teixeira
Categoria: Cruzadores
6 rounds

Comentários