Notícias

Publicado em 12 de Julho de 2016 às 06h:30

Gilberto “Yorubá” luta hoje à noite nos EUA

AutorLuigi F.

Imagem: Reprodução / Instagram @yorubajunior

Hoje à noite, na cidade de Nice, na Califórnia, o brasileiro Gilberto Pereira dos Santos, o “Yorubá” (12-2, 9 KOs) sobe ao ringue do Robinson Rancheria Resort & Casino para enfrentar o jovem estadunidense Malcolm McAllister (7-0, 7 KOs), em luta na categoria dos médios. O confronto será uma das preliminares do combate entre Breidis Prescott e Levan “The Wolf” Ghvamichava.

Esta será a terceira vez que Gilberto, 38 anos, lutará fora do país. Até o momento, ele ainda não conseguiu vencer fora. Em 2012, numa das preliminares do histórico confronto entre Acelino “Popó” Freitas e Michael Oliveira, “Yorubá” perdeu em decisão dividida para Douglas Ataíde. Já em março deste ano, ele foi superado por Luis “Cuba” Arias, por decisão unânime, nos EUA. Após o confronto contra Arias, Gilberto lutou em São Paulo, capital, vencendo Humberto Conceição por nocaute técnico.

“Me preparei duas semanas na Florida na academia Nelson Boxing Gym, do Nelson Lopez. Sei que meu adversário é pegador, ganhou todas suas lutas por nocaute, mas eu me dou bem com lutadores assim. Vim para ganhar”, declarou Yorubá em conversa exclusiva com o Round13 no dia de ontem. “Gostaria de agradecer a Academia Flex de Goiânia pelo apoio, à Real Cap e Secovicred, que são meus patrocinadores, e todo o povo de Goiás que me apoia muito”, finalizou o brasileiro. De acordo com Gilberto, a luta nos EUA foi intermediada pelos empresários Fernando Meis e Nelson Lopez Jr.

McAllister, por sua vez, terá no goiano seu oponente mais duro na ainda curta carreira profissional, iniciada em dezembro de 2014. Aos 25 anos, o estadunidense vem de vitória sobre o journeyman Tyrone Selders, e busca manter o cartel perfeito, visto que até o momento venceu todos seus adversários pela via rápida.

A disputa principal da noitada de boxe será entre o georgiano Levan “The Wolf” Ghvamichava (16-2-1, 12 KOs) e o colombiano Breidis Prescott (29-7, 21 KOs). Radicado na Califórnia, Ghvamichava busca a primeira vitória no ano de 2016. Em março, ele acabou nocauteado por Sergey Lipinets. Prescott, por sua vez, fará sua primeira exibição neste ano. Vindo de vitória sobre o brasileiro Claudionei “Casca” Lacerda em novembro de 2015, o colombiano, que em 2008 calou o mundo ao nocautear o até então invicto Amir Khan, é sempre uma esperança de confrontos interessantes pelo estilo brigador e mão pesada.

Infelizmente, não há nenhuma transmissão do evento confirmada para o Brasil.

Comentários