Notícias

Publicado em 14 de Julho de 2016 às 20h:10

“Binho” tenta segunda vitória consecutiva na Itália no sábado

AutorLuigi F.

Binho (esquerda; imagem: Reprodução / Facebook) e Fiordigiglio (direita; imagem: sportenote.com)

O pugilista baiano Carmelito de Jesus, mais conhecido como “Binho” (18-4, 15 KOs) duela, neste sábado, contra o italiano Orlando Fiordigiglio (24-1, 12 KOs) pelo cinturão intercontinental dos médio-ligeiros pela FIB. A disputa acontecerá na cidade italiana de Sequals, localizada na Província de Pordenone, na região nordeste do país.

Esta será a segunda aparição seguida de Binho no país de formato de bota. Em junho do ano passado, ele surpreendeu ao público local ao nocautear Stefano Castellucci, tomando para si o cinturão de campeão internacional, também pela FIB, entre os médio-ligeiros. Sem combater desde então, Binho buscará sua terceira vitória no exterior na carreira. Além do resultado positivo no ano passado, em 2006 ele lutou nos EUA, numa das preliminares de Acelino “Popó” Freitas contra Zahir Raheem, vencendo.

Até o momento, Binho foi suplantado apenas uma vez lutando fora do Brasil, o que ocorreu em 2011, quando foi nocauteado pelo argentino Hector Saldivia, na casa do rival. Os demais revezes do brasileiro aconteceram em solo nacional: Claudionei “Casca” Lacerda, Sidney Siqueira e Douglas Damião já derrotaram Binho, todos eles por pontos. Aos 32 anos de idade, o boxeador baiano não é derrotado desde 2012 (quando perdeu para Ataíde). Desde então, são quatro vitórias consecutivas, o que, apesar de positivo, mostra certa inatividade do lutador brasileiro. Carmelito não sobe ao ringue mais de duas vezes no mesmo ano para pelejar profissionalmente deste a temporada de 2013.

Fiordigiglio, por sua vez, vem se mantendo mais ativo. Somente ano passado, o italiano boxeou 5 vezes. Entretanto, nem tudo foi fantástico para o europeu. Em junho de 2015, Orlando perdeu sua invencibilidade, ao ser suplantado por nocaute técnico por Cedric Vitu, em disputa pelo cinturão de campeão europeu dos médio-ligeiros. Após a derrota, o boxeador, que já se consagrou campeão italiano, europeu e internacional (pela FIB) na carreira profissional, emplacou série de 3 vitórias consecutivas, sendo a última delas no mês de abril, contra Gary Abajyan.

Infelizmente, até o momento não há qualquer transmissão confirmada desta luta para o Brasil.

Comentários