Notícias

Publicado em 13 de Agosto de 2016 às 16h:27

Boletim Olímpico Round13 #7

AutorLuigi F.

Imagem: Round13

Matéria atualizada em 13/08/2016, às 20h20

O segundo sábado de boxe nas Olimpíadas do Rio de Janeiro foi marcado pelas semifinais entre os pesados, quartas de final dos meio-médios, oitavas de final entre os superpesados e o início da fase preliminar dos moscas.

Pela manhã, infelizmente o brasileiro Julião Neto acabou eliminado em sua estreia na categoria mosca. O pugilista, que havia participado dos Jogos de Londres-2012, foi suplantado pelo estadunidense Antonio Vargas, e deu adeus ao sonho de medalha olímpica. A derrota do brasileiro foi por decisão dividida. Você pode relembrar como foi a luta clicando aqui.

Entre os meio-médios, uma zebra ocorreu nas quartas de final. O cubano Roniel Iglesias, atual campeão olímpico na categoria até 64 kg, foi eliminado pelo uzbeque Shakhram Giyasov por decisão unânime, e está eliminado do Rio-2016. Giyasov, que mostrou bastante vontade, controlou as ações, vencendo os três rounds na nossa opinião e sendo declarado o ganhador por decisão unânime na visão dos juízes.

Nas semifinais dos pesados, o russo Evgeny Tishchenko, atual campeão mundial, passou com tranquilidade pelo uzbeque Rustam Tulaganov, carimbando o passaporte para a grande final, que será disputada na próxima segunda-feira, às 19h15. Tishchenko, que nas oitavas eliminou o brasileiro Juan Nogueira, irá enfrentar o cazaque Vassiliy Levit, que derrotou o cubano Erislandy Savón, na outra semifinal. Dessa forma, Savón, que é sobrinho de Félix Savón, um dos maiores nomes da história do boxe amador, não poderá tentar buscar a revanche do Mundial de 2015. Naquela ocasião, ele enfrentou Tishchenko na final, mas acabou derrotado.

Entre os superpesados, o cazaque Ivan Dychko, medalhista de bronze em Londres-2012, se vingou do azerbaijano Mahammadrasul Majidov. O atleta do Azerbaijão, que também foi bronze nos Jogos de 2012, além de ter sido campeão mundial em 2013 e 2011, tinha duas vitórias emblemáticas sobre Dychko: na semifinal do mundial de 2011 e na final do mundial de 2013. Dessa vez, porém, a hist[oria foi diferente, e Dychko vencer por decisão unânime, avançando para as quartas de final.

Você pode conferir os resultados completos dessa sexta-feira no site oficial das Olimpíadas, clicando aqui.

Os Destaques de Amanhã

Amanhã conheceremos o primeiro medalhista de ouro dos Jogos do Rio de Janeiro, na categoria dos mosca-ligeiros. Conheceremos também os finalistas entre os leves e os semifinalistas entre os meio-pesados, além de podermos assistir às oitavas de final dos galos e meio-médio-ligeiros e à estreia do torneio feminino peso médio.

Este domingo de Dia dos Pais será o “Dia D” do boxe brasileiro nesses Jogos Olímpicos. Os cinco atletas da seleção brasileira que ainda estão vivos nas disputas de suas categorias subirão ao ringue, conforme vocês podem observar nos detalhes abaixo.

Confira abaixo os principais destaques do dia:

12h15: BRASIL NO RINGUE. Robenilson de Jesus vs Shakur Stevenson (EUA) – 56 kg. Depois de derrotar o argelino Fahem Hammachi na fase preliminar, o boxeador baiano retorna ao Riocentro para encarar uma das grandes promessas estadunidenses da nobre arte. Stevenson, que ficou de bye na primeira rodada, tem 19 anos, foi campeão mundial e olímpico entre os juvenis, e atualmente atua na World Series of Boxing (WSB), uma das ligas profissionais da AIBA. Robenilson, por outro lado, é um dos atletas mais experientes da seleção brasileira, tendo participado das últimas duas Olimpíadas. Se vencer, o baiano iguala seu desempenho em Londres-2012, quando também chegou nas quartas de final.

12h15: VALE FINAL PARA O BRASIL! Robson Conceição vs Lázaro Álvarez (Cuba) – 60 kg. Depois de dar show e garantir a primeira medalha do Brasil nos Jogos, Robson Conceição disputa a semifinal dos leves diante do atual campeão mundial da categoria, Álvarez. Eles se enfrentaram na final do Mundial de 2013, realizado na cidade de Almaty, no Cazaquistão. Naquela oportunidade, Álvarez levou a melhor, ficando com o ouro. No ano passado, no Campeonato Continental realizado na Venezuela, em setembro, o brasileiro deu o troco, vencendo a final do rival e ficando com o lugar mais alto do pódio. Resta agora saber quem se dará melhor no desempate. Vale lembrar que, no boxe, os dois boxeadores derrotados nas semifinais garantem a medalha de bronze. Dessa forma, caso Robson perca para Álvarez, ele ficará com o bronze. Se vencer, ele disputará a final olímpica na terça-feira, dia 16 de agosto, brigando pelo inédito ouro para o boxe brasileiro.

13h45: VALE MEDALHA PARA O BRASIL! Michel Borges vs Julio Cesar La Cruz (Cuba) – 81 kg. Em sua primeira disputa de Jogos Olímpicos, o carioca Michel Borges tenta superar o atual tricampeão mundial amador em luta válida pelas quartas de final. Dessa forma, apenas uma vitória separa Michel de garantir a segunda medalha do Brasil no boxe nessas Olimpíadas. Vale lembrar que, em 2012, nos Jogos de Londres, La Cruz enfrentou outro brasileiro, também nas quartas de final. Naquela ocasião, Yamaguchi Falcão superou o cubano, eliminando-o do torneio. Vamos torcer para que Michel consiga repetir o feito lutando em casa.

14h15: Final 49 kg. Yurberjen Martinez (Colômbia) vs Hasanboy Dusmatov (Uzbequistão). O colombiano, até agora uma das grandes revelações desses Jogos, enfrenta o uzbeque, atual campeão asiático. Martinez, algoz do brasileiro Patrick Lourenço na primeira rodada, eliminou o cubano Joahnys Argilagos, que era tido como grande favorito, nas semifinais. Com um boxe agressivo e com um bom condicionamento físico, Martinez até agora mostrou mais armas do que Dusmatov.

17h: BRASIL NO RINGUE. Andreia Bandeira vs Atheyna Bylon (Panamá) – 75 kg feminino. Andreia estreia nos Jogos enfrentando a panamenha Atheyna Bylon, que se classificou com o convite da comissão tripartite. Atheyna, que foi campeã mundial em 2014, enfrentou Andreia outras duas vezes esse ano. Em abril, na Bolívia, Bylon saiu vitoriosa. A revanche de Bandeira, entretanto, veio no Mundial de Astana, realizado no último mês de maio, com a brasileira vencendo por 3:0.

18h30: Otgondalai Dorjnyambuu (Mongólia) vs Sofiane Oumiha (França) – 60 kg. Na segunda semifinal do peso leve, o atleta da Mongólia, enfrenta o francês Oumiha, responsável pela eliminação do ex-campeão mundial profissional dos moscas (versão FIB) Amnat Ruenroeng, da Tailândia.

19h: BRASIL NO RINGUE. Joedison Teixeira vs Batuhan Gozgec (Turquia) – 64 kg. Nas oitavas de final dos meio-médio-ligeiros, “Chocolate” faz sua segunda luta nas Olimpíadas diante do turco Gozgec. Enquando Joedison fez uma luta difícil em sua estreia contra o argelino Abdelkader Chadi, Gozgec passou com facilidade pelo camaronês Mahaman Smaila.

19h45: Joshua Buatsi (Reino Unido) vs Abdelhafid Benchabla (Argélia) – 81 kg. Uma das sensações desses Jogos, Buatsi, que venceu suas duas lutas até agora pela via rápida, enfrenta o argelino, e é o favorito para chegar às semifinais.

20h: Teymur Mammadov (Azerbaijão) vs Adilbek Niyazymbetov (Cazaquistão) – 81 kg. Confronto entre dois lutadores premiados no âmbito do amadorismo, também pelas quartas de final dos meio-pesados. Mammadov foi bronze em Londres-2012, e tem um bronze (2013) e uma prata (2011) em mundiais, todas entre os pesados. Já Niyazymbetov tem uma prata em Londres-2012 e duas pratas nos mundiais de 2013 e 2011 entre os meio-pesados.

Você pode conferir a agenda completa de amanhã no site oficial do Rio-2016, clicando aqui.

De Olho nos Brasileiros

Domingo, 14/08/2016
12h15: Robenilson de Jesus vs Shakur Stevenson (EUA) – Oitavas de Final – 56 kg
12h30: Robson Conceição vs Lázaro Álvarez (Cuba) – Semifinal – 60 kg
13h45: Michel Borges vs Júlio César La Cruz (Cuba) – Quartas de Final - 81 kg
17h: Andreia Bandeira vs Atheyna Bylon (Panamá) – Oitavas de Final - 75 kg feminino
19h: Joedison Teixeira vs Batuhan Gozgec (Turquia) – Oitavas de Final - 64 kg


Todos os horários informados são referenciados no Horário Oficial de Brasília.

Comentários