Notícias

Publicado em 17 de Agosto de 2016 às 09h:07

Boletim Olímpico Round13 #10

Foto do autor

Autor Luigi F.

Imagem: Round13
Imagens Compartilhamento Facebook: Robson Conceição (Fernando Frazão / Agência Brasil) / Andreia Bandeira (Yuri Cortez / AFP / JC)

Robson Conceição entrou para a história ontem ao conquistar a primeira medalha de ouro da história do Brasil no boxe. Mas, tivemos outros destaques na rodada de boxe da terça-feira, que contou com as semifinais dos meio-pesados, as quartas de final pesos galo masculino, meio-médio-ligeiro masculino, superpesado masculino e mosca feminino.

O dia de ontem teve início com a britânica Nicola Adams, atual campeã mundial e olímpica até 51 kg, despachando a ucraniana Tetyana Kob, e garantindo sua vaga nas semifinais. Ela terá pela frente a chinesa Cancan Ren.

Pela manhã, mais um resultado muito polêmico e controverso a favor de um pugilista da Rússia. Menos de um dia após a vitória absurda de Evgeny Tishchenko sobre o cazaque Vassiliy Levit, na final dos pesados, o peso galo russo Vladimir Nikitin obteve uma decisão unânime a seu favor diante do irlandês Michael Conlan, que disparou contra a AIBA e a arbitragem após o término da luta, declarando que jamais voltará a competir em combates da entidade.

Também pelos galos, a sensação estadunidense Shakur Stevenson se classificou para as semifinais após bater o mongol Tsendbaatar Erdenebat, e irá enfrentar Nikitin na próxima rodada. Ambos estão a apenas uma vitória de uma final olímpica.

Nas semifinais dos meio-pesados, o cubano Julio Cesar La Cruz e o cazaque Adilbek Niyazymbetov carimbaram seus passaportes para a grande final, que ocorrerá amanhã. La Cruz suplantou o francês Mathieu Bauderlique, enquanto Niyazymbetov passou pelo britânico Joshua Buatsi, que vinha atraindo as atenções do público por ter vencido duas de duas lutas pela via rápida. Tanto Bauderlique, quanto Buatsi, ficaram com a medalha de bronze.

Você pode conferir os resultados completos do dia de ontem no site oficial das Olimpíadas, clicando aqui.

Os Destaques de Hoje

A partir de hoje, o boxe passa a ocorrer em uma única sessão diária, com início às 14h. Os grandes destaques serão a final dos meio-médios, semifinais dos leves femininos, quartas de final do médio feminino e mosca masculino. A grande atenção dos brasileiros estará voltada para Andreia Bandeira, que está a apenas uma vitória de garantir uma medalha.

Confira abaixo os principais destaques do dia:

14h: Semifinais peso leve feminino. Mira Potkonen (Finlândia) encara a chinesa Junhua Yin. Após ter derrotado a favorita Katie Taylor, a finlandesa tenta chegar a sua primeira final olímpica. Na outra semi, a russa Anastasiia Beliakova enfrenta a francesa Estelle Mossely. O combate será uma reedição da final do Mundial de Astana, ocorrido em maio desse ano. Na ocasião, Mossely bateu Beliakova por decisão unânime, ficando com o ouro.

14h30: Claressa Shields (EUA) vs Iaroslava Iakushina (Rússia) – 75 kg feminino. Apontada como a grande favorita da categoria, Shields estreia nos Jogos do Rio de Janeiro. Tida como o grande nome do boxe feminino amador dos EUA, a estadunidense, natural de Flint, tem apenas 21 anos, e é a atual campeã olímpica e bicampeã mundial.

15h: BRASIL LUTA POR MEDALHA! Andreia Bandeira vs Qian Li (China) – 75 kg feminino. Bandeira faz sua segunda luta no torneio. Se vencer, já garante uma medalha para o Brasil, a segunda da história do boxe feminino. Li foi vice-campeã mundial da categoria em 2014, perdendo a final para a estadunidense Claressa Shields. Pra cima dela, Andreia!

16h30: Final 69 kg: Shakhram Giyasov (Uzbequistão) vs Daniyar Yeleussinov (Cazaquistão). Atletas que representam duas das grandes potências mundiais de open boxe se enfrentam na grande final da categoria. Vale lembrar que o Brasil não teve representantes entre os meio-médios.

Você pode conferir a agenda completa de hoje no site oficial do Rio-2016, clicando aqui.

De Olho nos Brasileiros

Logo mais
15h: Andreia Bandeira vs Qian Li (China) – Quartas de Final – 75 kg feminino
 

Todos os horários informados são referenciados no Horário Oficial de Brasília

Comentários