Notícias

Publicado em 17 de Agosto de 2016 às 23h:50

Boletim Olímpico Round13 #11

Foto do autor

Autor Luigi F.

Imagem: Round13

O dia de hoje foi marcado pela grande final dos meio-médios, as semifinais do peso leve feminino e as quartas do peso médio feminino e peso mosca masculino. Infelizmente, a última representante do Brasil acabou eliminada, visto que Andreia Bandeira acabou derrotada pela chinesa Qian Li.

No primeiro combate do dia, a finlandesa Mira Potkonen, que já havia eliminado a brasileira Adriana Araujo e a sensação irlandesa Katie Taylor, assimilou uma amarga derrota para a chinesa Junhua Yin, nas semifinais do peso leve feminino. Yin terá pela frente a atual campeã mundial, que é a francesa Estelle Mossely. A atleta da França se classificou após uma lesão sofrida por sua oponente, a russa Anastasiia Beliakova, que teve o braço deslocado ainda no primeiro round do confronto. Beliakova e Potkonen voltam para casa com a medalha de bronze, enquanto Mossely e Yin disputarão o ouro na próxima sexta-feira.

Já a estadunidense Claressa “T-Rex” Shields, considerada uma das melhores boxeadoras da atualidade, estreou contra a russa Iaroslava Iakushina. Bicampeã mundial e atual campeã olímpica nos 75 kg, a lutadora de apenas 21 anos não teve dificuldades para superar a rival europeia, e venceu por decisão unânime, tendo vencido todos os rounds na visão do Round13.

A notícia triste do dia ficou por conta da eliminação de Andreia Bandeira para a chinesa Qian Li, em combate válido pelas quartas de final da categoria médio feminina. Dessa forma, Andreia deu adeus ao sonho de pódio. O Brasil não possui mais atletas vivos nas disputas de boxe. Para relembrar como foi a luta de Andreia, basta clicar aqui.

Já nos combates de pesos moscas masculinos, os grandes destaques ficaram por conta do uzbeque Shakhobidin Zoirov e do venezuelano Yoel Finol. Eles venceram o azerbaijano Elvin Mamishzada e o argelino Mohamed Flissi, respectivamente, garantiram a conquista do bronze, e agora duelarão na próxima sexta-feira por uma vaga na grande final olímpica.

O grande destaque do dia ficou por conta da final dos meio-médios. O cazaque Daniyar Yeleussinov superou o uzbeque Shakhram Giyasov e conquistou a primeira medalha de ouro para seu país no Rio-2016. Numa apresentação segura, Yeleussinov venceu por decisão unânime.

Você pode conferir os resultados completos do dia de hoje no site oficial das Olimpíadas, clicando aqui.

Os Destaques de Amanhã

Amanhã teremos a final dos meio-pesados, além das semifinais do mosca feminino, médio masculino e galo masculino. Lutas decisivas em mais um dia que promete boas emoções no Pavilhão 6 do Riocentro.

Confira abaixo os principais destaques do dia:

14h: Semifinais 51 km feminino. Nicola Adams (Reino Unido) enfrenta Ren Cancan (China), enquanto Ingrit Valencia (Colômbia) encara Sarah Ourahmoune. Atual campeã olímpica e mundial, Adams é a favorita da categoria. Ela reeditará a final de Londres-2012 contra a chinesa Ren Cancan, que já foi tricampeã mundial (2008, 2010 e 2012). Na outra semi, Ourahmoune, que ficou com o bronze no último mundial, enfrenta a colombiana, que tenta sua primeira grande conquista na carreira.

14h30: Semifinais 56 kg. Shakur Stevenson (EUA) está escalado para enfrenta Vladimir Nikitin (Rússia), enquanto Robeisy Ramirez (Cuba) terá pela frente o uzbeque Murodjon Akhmadaliev. De acordo com a mídia internacional, Stevenson deverá passar a final sem lutar. Especula-se que Nikitin não terá condições de subir ao ringue em função dos cortes sofridos nas fases preliminares. Stevenson, que é campeão olímpico e mundial como juvenil, tenta seu grande título na elite do amadorismo. Especula-se que ele deva assinar com a Mayweather Promotions, visto que o próprio Floyd Mayweather chegou a anunciar que esse era um dos motivos dele ter vindo ao Rio de Janeiro. Já Ramirez tenta chegar a sua segunda final olímpica, buscando o sonho do bicampeonato (ele foi campeão até 52 kg em Londres-2012), enquanto Akhmadaliev vem embalado pela prata conquistada no último mundial.

15h: Semifinais 75 kg. Arlen Lopez (Cuba) enfrenta Kamram Shakhsuvarly (Azerbaijão), enquanto o mexicano Misael Rodriguez encara Bektemir Melikuziev (Uzbequistão). Lopez é p atual campeão mundial, enquanto Melikuziev é o atual vice-campeão mundial. Será que teremos a reedição da final de Doha-2015?

15h30: Final 81 kg. O cubano Julio Cesar La Cruz, tricampeão mundial, tenta seu primeiro ouro olímpico diante do cazaque Adilbek Niyazymbetov. La Cruz, que bateu o brasileiro Michel Borges nas quartas de final, já derrotou o cazaque duas vezes nas finais dos mundiais de 2013 e 2011.

Você pode conferir a agenda completa de amanhã no site oficial do Rio-2016, clicando aqui.


Todos os horários informados são referenciados no Horário Oficial de Brasília

Comentários