Notícias

Publicado em 19 de Agosto de 2016 às 11h:24

Fabiano Pena enfrenta Jose Uzcategui no México amanhã

Foto do autor

Autor Luigi F.

Imagem: Divulgação / Facebook

Em luta prevista para amanhã, na cidade de Guadalupe, no México, o brasileiro Fabiano “Pit Bull” Pena (Boxrec: 18-5-1, 14 KOs) faz uma de suas lutas mais importantes dos últimos tempos. O brasileiro irá enfrentar o venezuelano Jose “Bolivita” Uzcategui (25-1, 21 KOs), em combate previsto para 10 rounds na categoria super-médio. O duelo acontecerá na vinícola L. A. Cetto, localizado no Valle de Guadalupe.

Morando no México, em Tuxtla Gutierrez, o brasileiro vem fazendo sua carreira no exterior desde dezembro de 2014. De acordo com a mídia internacional, Fabiano fez 13 lutas fora do Brasil desde então, com 8 vitórias e 5 derrotas. Também segundo a mídia estrangeira, o brasileiro já competiu cinco vezes nesse ano, vencendo 4 lutas no México, e sendo derrotado por Joe Smith Jr em abril, em Nova York.

Já Uzcategui, que apesar de ser venezuelano, também reside no México, tem como principais destaques na carreira as vitórias sobre o ex-desafiante a título mundial Rogelio Medina, em 2013, e o nocaute imposto ao virginense Julius Jackson em outubro do ano passado, arrancando-lhe a invencibilidade. Seu único revés ocorreu em junho de 2014, quando foi suplantado pelo russo Matt Korobov. Desde então, são 3 vitórias consecutivas, sendo a última delas em junho, contra Derrick Findley.

Atualmente, Uzcategui ocupa a primeira posição no ranking da FIB entre os super-médios. Dessa forma, caso ele vença, deve enfrentar o britânico James DeGale, atual campeão. Isso posto, o brasileiro tem a chance de entrar no ranking da entidade, e eventualmente até mesmo credenciar-se como possível adversário ao cinturão de DeGale caso consiga surpreender o pugilista venezuelano.

“Estive um mês treinando e fazendo sparring nos EUA em Miami, e depois terminei a minha preparação em Tuxtla Gutierrez, que é minha cidade aqui no México, com o professor Rene Lopes. Fiz duas lutas preparatórias para o combate de amanhã, pois será a maior oportunidade da minha vida. Se eu ganhar, ficarei ranqueado entre os 15 melhores do mundo, podendo enfrentar os campeões do mundo. Conto com o apoio de todos os brasileiros para que torçam por mim”, declarou Fabiano Pena, com exclusividade ao Round13.

Até o momento, não há qualquer transmissão confirmada para o Brasil.

Comentários