Notícias

Publicado em 10 de Setembro de 2016 às 13h:25

Jacobs destrói cada célula de Mora em atuação dominante

Foto do autor

Autor Daniel Leal

O norte-americano venceu o ex-campeão mundial dos médio-ligeiros em praticamente cada segundo de combate, derrubou-o cinco vezes, defendeu o cinturão da AMB e se colocou como o peso-médio mais duro que Gennady Golovkin deverá enfrentar até hoje, se este passar por Kell Brook. (Imagem: Premier Boxing Champions) 

Sem a menor chance! Foi assim cada momento do embate entre o campeão “regular” dos médios pela AMB, Danny “The Miracle Man” Jacobs (32-1, 29 ko's) e o ex-detentor do boldrié CMB dos médio-ligeiros, Sergio Mora (28-5-2, 9 ko's), mais conhecido do grande público por ter vencido a primeira temporada do “The Contender”, reality show só sobre pugilismo. Jacobs destruiu Mora em 7 assaltos de um combate nem um pouco disputado.

Desde o início, o “Cobra Latina” tentou movimentar-se e esquivar, porém seus fracos punches não intimidaram as tentativas de entrada de Danny, que vinha com tudo, sempre violentamente. Duranto o terceiro giro, Sergio já teve que segurar-se, bambeando após uma bela bomba tomada próximo ás cordas. No quarto já não teve tanta sorte e foi à lona pela primeira vez, repetindo o ato no intervalo seguinte.

As esquivas e estilo inortodoxo de Mora, que já lhe renderam apelidos como “A Piada Latina”, claramente prejudicaram seu equilíbrio e por isso muitas vezes acabou caindo “de maduro”, sem sofrer nenhum golpe. Outro fator preponderante foi sua inatividade, pois, claramente, se via em dificuldades ao procurar a distância correta para combater.

Jacobs não tinha nada com isso e só andava para frente, agressivo, com muito poder de nocaute em mãos. No sétimo round isso ficou ainda mais claro, quando derrubou Mora duas vezes e, na terceira, viu tanto o árbitro quanto o córner oposto indicarem que já era o suficiente de castigo pela noite de hoje.

Com a vitória, o “Homem milagre” confirma seu status de desafiante mandatório pela Associação Mundial de Boxe e agora aguarda Gennady Golovkin, que combate na noite deste sábado, como seu próximo oponente. Á Mora resta tentar recuperar-se de ter sido, mais uma vez, negado no hall dos grandes pugilistas em atividade.

Na principal preliminar do evento realizado em Reading, Pennsylvania, Robert Easter Jr. (18-0, 14 ko's) conquistou seu primeiro título mundial na carreira. O estadunidense venceu o ganês Richard Commey (24-1, 22 ko's) por decisão dividida após doze rodadas e conquistou o título mundial dos leves pela FIB, que estava vago.

Easter teve problemas com a pegada de Commey, que o machucou no segundo e no décimo giros, além de derrubá-lo no oitavo, quand foi desequilibrado tocano sua luva no solo. O americano revidou no último assalto, fazendo com que Richard ficasse muito próximo de beijar a lona. Após o gongo soar pela última vez, os scores apontaram 115-112 e 114-113 à favor de Easter Jr, enquanto o terceiro jurado pontou em 114-113 favorável á Commey.

Não houve transmissão deste evento para o Brasil.

Comentários