Notícias

Publicado em 23 de Junho de 2017 às 18h:09

Cinco combates agitam Santana de Parnaíba neste sábado!

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Evento da IBG, em parceria com a prefeitura local, terá lutas de nomes promissores do boxe brasileiro com direito à estreia de Estivan Falcão. Vitor Siqueira e Gilberto “Yorubá” fazem as lutas de fundo diante de Juliano Wognski e Adonisio Reges, respectivamente. (Imagem: Divulgação)

Neste sábado, Santana de Parnaíba recebe evento realizado pela IBG – International Boxing Group – junto à prefeitura local, e que promete bons confrontos ao público presente. Com quatro de suas promessas e a presença do duríssimo veterano Gilberto “Yorubá” Pereira (13-5, 10 ko's) também no card, a promotora coloca uma boa programação para quem não quiser passar este final de semana sem boxe.

Pereira, por exemplo, terá pela frente o piauiense Adonisio Reges (19-10, 13 ko's), que já obteve o cinturão Internacional da AMB nos meio-médios em 2012, ocasião na qual nocauteou o italiano Sven Paris, na casa do adversário. Reges e Yorubá (que vem de vitória KO após uma sequência de três revezes), combatem por oito assaltos, no máximo, dentro do limite dos pesos-médios.

Na luta principal, Vitor Siqueira (4-0, 4 ko's), de apenas 19 anos, performa pela quinta vez em sua trajetória profissional. O filho do legendário ex-campeão brasileiro dos leves, Sidney Siqueira, terá diante de si o curitibano Juliano Wognski (6-8-2, 3 ko's). Apesar do cartel negativo, vale lembrar que Wognski só possui derrotas para lutadores de boa qualidade, o que é um bom balizador para mensurar o potencial de Vitor. Os atletas se enfrentam também em no máximo oito rounds, na divisão dos médios-ligeiros.

Estivan Falcão, irmão de Yamaguchi e Esquiva Falcão, fará seu debut no boxe profissional na mesma programação. Atuando nos superleves, ele encara Geovanni de Souza (4-2, 0 ko's), duro contendor paranaense. Estivan sempre teve um estilo muito propício à vertente remunerada da nobre arte, mais até do que ao amadorismo, por isso que, após alguns adiamentos, fará caminho diferente de seus irmãos, que brilharam nas Olimpíadas antes de passar ao profissionalismo. Ele terá seis intervalos de três minutos por um de descanso para comprovar este fato.

Após um ano e quatro meses de hiato depois da derrota para Rodolfo Franz, Emerson Braz (4-1, 4 ko's), o “Chumbo” retorna aos tablados para encarar Francisco Neves, estreante, nos meio-médios. Hygor Matheus (1-1, 1 ko's), próximo de completar doze meses sem combater, dividirá o quadrilátero com o também debutante Wendel Santos, nos super-leves. Ambos os desafios estão pactuados até o quarto giro.

O “Boxe Parnaíba”, como foi batizado o evento, acontece no Ginásio Armando Frediani, neste sábado, a partir das 19 horas. O palco está localizado na Rua Prof. Edgar de Moraes, nº 476, Jardim Frediani, em Santana de Parnaíba. As entradas são gratuitas, mas a organização incentiva à doação de 1 kg de alimento não perecível. O Conselho Nacional de Boxe fará a supervisão da programação.

Comentários