Pós-Luta

Publicado em 15 de Julho de 2017 às 20h:00

Demonstrando habilidade, Eubank supera Abraham em Wembley

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Inglês suplantou o ex-campeão dos médios e supermédios na maior vitória de sua carreira e se firma como um dos mais promissores nomes da atualidade, além de confirmar sua participação no torneio “World Boxing Super Series”. Nas preliminares, Lee Selby e Kid Galahad fazem o esperado e obtêm vitórias importantes.
(Imagem: SkySports)

Chris Eubank Jr. (25-1, 19 ko's), o filho do mítico boxeador britânico Chris Eubank, suplantou por pontos, neste sábado, o ex-campeão Arthur Abraham (46-6, 30 ko's), na Wembley Arena, em Londres, para manter seu cinturão mundial da OIB e, muito mais importante do que este cinturão não-reconhecido, garantir a vaga no “World Boxing Super Series”, torneio que acontecerá a partir de Setembro e reunirá grandes nomes do pugilismo nas divisões dos cruzadores e na dos supermédios.

Desde o início, Eubank mostrou mais ferramentas técnicas do que o armênio radicado na Alemanha e circulou, entrando e saindo do raio de ação de seu oponente com combinações. O ex-campeão se limitava a prostrar bem a guarda e lançar golpes esporádicos, estratégia que se mostrou insuficiente.

No terceiro round, “King” Arthur se soltou mais e lançou seus sempre reconhecidos punches firmes, animando mais a luta, que até então era amplamente dominada pelo jovem inglês. A velocidade de Chris, no entanto, freava qualquer reação.

Durante a sexta passagem, Abraham chegou a colocar socos potentes e encurralar Júnior, sem conseguir a vantagem, entretanto. Na sétima, o armênio/alemão claramente sentiu sequência junto ao córner e passou a ser vítima das “micagens” de seu oposto.

Muito lento, o ex-detentor do cinto dos médios da FIB e supermédios da OMB, acabou sendo deixado para trás minuto a minuto. No nono intervalo já estava claro que a vantagem de Eubank passava a ser perigosa demais para integridade de seu contendor. Corajoso, Arthur seguiu na peleja acreditando em sua pegada.

Todas as vezes em que parecia que Abraham conseguiria obter vantagem, o britânico respondia a altura, o que ocorreu, principalmente, nos assaltos derradeiros. Ambos finalizaram o combate “inteiros”, porém a vantagem do filho de Chris Eubank Sr. era claríssima ao soar final do gongo. Tão clara que os scores demonstraram decisão unânime a seu favor com placares em 118-110 (duas vezes) e 120-108. O Round13 viu o confronto em 119-109 para Eubank, que agora segue para enfrentar o turco Avni Yildirim (16-0, 10 ko's) nas quartas de final do “Super Series”, que distribuirá cerca de 30 milhões de dólares em premiação.

Na principal preliminar Lee Selby (25-1, 9 ko's), que recentemente perdeu sua mãe, defendeu seu cinturão dos penas pela FIB diante do ex-campeão mundial argentino Jonathan Victor Barros (41-5-1, 22 ko's). Após doze giros bem disputados, Selby sobressaiu na maioria, inclusive levando Barros à lona durante o último round. Com scores em 119-108 e 117-110 (duas vezes) o galês manteve sua cinta de forma unânime e merecida.

Já Kid Galahad (23-0, 14 ko's) parou o mexicano Jose Cayetano (21-6, 10 ko's) após 10 assaltos de combate para garantir o cinturão Intercontinental dos penas pela FIB. Galahad, para quem não se lembra, foi o responsável por tirar a invencibilidade do brasileiro e ex-desafiante mundialista, Adeilson “Del” dos Santos.

O evento teve transmissão, ao vivo, para o Brasil, através do Esporte Interativo.

Comentários