Pós-Luta

Publicado em 06 de Agosto de 2017 às 08h:37

Lomachenko faz Marriaga desistir após mais um show!

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Ucraniano manteve seu cinturão dos super-penas pela OMB, ontem, em Los Angeles, sem tomar conhecimento do desafiante. Existe alguém que pode vencê-lo em sua categoria? Na principal preliminar, Ray Beltran teve problemas para manter seus títulos norte-americanos diante de Bryan Vasquez. (Imagem: Top Rank)

Como já era esperado, o colombiano Miguel Marriaga (25-3, 21 ko's) não foi páreo para Vasyl “Hi-Tech” Lomachenko (9-1, 7 ko's), na noite deste sábado, dia 5 de Agosto, no Microsoft Theater, em Los Angeles, Califórnia. Ele acabou desistindo após sete rounds de puro show da parte do campeão, que manteve pela terceira vez sua cinta OMB dos super-penas, conquistada no ano passado.

Logo de início, Lomachenko não escondeu nenhum de suas já conhecidas ferramentas, partindo para acertar seu adversário sem estudos. Marriaga tentava alguma movimentação, pendulando e buscando encontrar um jeito de colocar seus bons punches, o que poucas vezes ocorreu. Pego por um direto enquanto dava uma passada desequilibrada para trás, Miguel sofreu o primeiro knockdown da noite. De pé, viu Vasyl esperá-lo aberto, provocando-o no córner neutro durante os últimos segundos do terceiro giro.

Com a velocidade que já lhe é reconhecida, e a facilidade de seu caminhar lateral, o campeão é capaz de frustrar qualquer lutador na atualidade, ainda mais um oponente tão unidimensional quanto o da noite de ontem. Isso o deixa tão à vontade que nem mesmo um corte acidental no supercílio durante a quarta passagem conseguiu, sequer, diminuir seu ritmo, ou parar as micagens que visam desestabilizar a oposição sobre o tablado.

A superioridade de Lomachenko atingiu seu ápice no sétimo assalto, quando caçou Marriaga de todas as maneiras até derrubá-lo antes do soar do gongo. Sabendo da impossibilidade de qualquer reação, os segundos do atleta da Colômbia, corretamente, aconselharam-no à não voltar para o oitavo intervalo, e foi o que ocorreu.

“Hi-Tech” é tão genial e superior que este é a terceira vez consecutiva que um boxeador de alto nível desiste do enfrentamento no meio do confronto. Isso porque “Loma” não é só capaz de nocautear alguém com os punhos, ele também consegue destruir qualquer força mental que seu contendor possua.

Note-se que Miguel Marriaga desafiava pela terceira vez por um título mundial, só havia perdido na carreira exatamente nas outras duas ocasiões em que o fez, e vendeu caro essas derrotas, ambas nos pontos, para o talentoso Oscar Valdez e para o ex-campeão Nicholas Walters (que também parou seu embate contra Lomachenko). Isso demonstra que a estrela da Ucrânia é feita de outro material, talvez não-humano.

O revés apertado e polêmico para Orlando Salido em sua segunda apresentação profissional só o fez bem e lhe deu os conhecimentos necessários para atingir todo seu potencial. Resta saber agora se Salido finalmente aceita esta revanche, que servirá para colocar de vez a técnica de Vasyl em outro patamar, se este conseguir superar seu único algoz até hoje.

Na principal preliminar da noite, Raymundo Beltran (34-7-1, 21 ko's) por pouco não foi surpreendido por Bryan Vasquez (35-3, 19 ko's) ao defender seus títulos norte-americanos dos leves versões NABF e NABO. Beltran teve de sair satisfeito com uma decisão majoritária diante do mais pesado Vasquez, que acabou não batendo o peso na sexta-feira. Com marcações em 95-95 e 96-94 (duas vezes), Raymundo segue sua saga para tentar angariar seu primeiro cetro mundialista. Ele teve três oportunidades de fazê-lo, empatando a primeira contra Ricky Burns, sendo superado na segunda para Terence Crawford e vencendo a contenda, mas perdendo para a balança, na terceira.

O evento teve transmissão, ao vivo, para o Brasil, através do SporTV3.

Comentários