Artigos

Publicado em 05 de Maio de 2016 às 05h:30

5 de Maio: feriado no México, comemoração nos EUA e prato cheio para os fãs de boxe

Foto do autor

Autor Luigi F.


Imagem: laparadadigital.com

A semana do dia 5 de maio é sempre especial para os aficionados na nobre arte. Data comemorativa mexicana, o “Cinco de Mayo” é amplamente celebrado principalmente nos EUA, e acabou tornando-se popular como uma ocasião onde a cultura e a tradição do país latino-americano são relembradas e festejadas. Além disso, tradicionalmente, este é um dos finais de semana onde algumas das mais aguardadas lutas da nobre arte acabam acontecendo. Mas, afinal, o que há de tão especial neste dia?

Enquanto muitos pensam que a data é marcada pela Independência do México (que é celebrada em 16 de setembro), na verdade o dia 5 de maio faz referência ao ano de 1862, quando as tropas mexicanas obtiveram uma importante vitória contra as tropas francesas durante a ocupação destas no México. O país americano, que vivia uma crise financeira naquela época, declarou uma moratória e suspendeu os pagamentos de sua dívida externa, o que acabou incitando uma retaliação de seus principais credores. Entre eles, o único cuja reação acabou se estendendo foi a França, à época governada por Napoleão III, sobrinho de Napoleão Bonaparte.

Contra um exército de cerca de 8 mil franceses, 4 mil mexicanos resistiram bravamente durante a Batalha de Puebla, que ocorreu na cidade que deu o nome à disputa. Mesmo contra um exército maior e muito melhor preparado, os locais conseguiram vencer a batalha. Posteriormente, os europeus obteriam sucesso em seu avanço, instituiriam até mesmo um imperador no país, e acabariam expulsos em 1867. Entretanto, a gloriosa vitória na cidade de Puebla seria eternizada com o decreto de um feriado nacional nessa data.

Apesar de ser uma comemoração que, mesmo no próprio México, é concentrada apenas no estado e região de Puebla, este feriado foi, ao longo do tempo, ganhando uma proporção relevante nos EUA, país que possui uma forte raiz latina em sua população. E, além de toda a economia movimentada nessa celebração, passou a ser uma tradição, justamente na Meca do boxe, que o final de semana de “Cinco de Mayo” fosse marcado por grandes e importantes disputas no quadrilátero de cordas, envolvendo, na grande maioria das vezes, boxeadores mexicanos e/ou descendentes de mexicanos.

O evento do próximo sábado, cuja luta principal será entre Saul “Canelo” Alvarez e Amir Khan, é um exemplo de como sempre são planejados cards relevantes para esta semana. Pensando nisso, aproveitamos para colocar, em nosso tradicional “Throwback Thursday”, uma breve retrospectiva de cinco grandes combates que aconteceram nas comemorações do feriado mexicano. São elas:

5: Manny Pacquiao vs Ricky Hatton
Data: 2 de maio de 2009

Imagem: Chris Farina / Top Rank

Após chocar o mundo numa performance simplesmente fantástica em dezembro do ano anterior, quando bateu Oscar De La Hoya, foi a vez de Manny Pacquiao encarar o britânico Ricky Hatton. Este, por sua vez, só havia sido derrotado por Floyd Mayweather Jr. Em mais uma super exibição, Pacquiao jogou o britânico para o nada, derrubou o rival por três vezes, e obteve a vitória por nocaute no segundo assalto.

4: Floyd Mayweather Jr vs Oscar De La Hoya
Data: 5 de maio de 2007

Imagem: Kevork Djansezian / Associated Press

O clássico confronto entre Mayweather e DLH bateu todos os recordes de venda de pay-per-view na época, com impressionantes 2,4 milhões de compras de pacotes. Em cima do ringue, Mayweather, vestido com um calção em alusão ao feriado mexicano, venceu por decisão dividida, com scores 116-112 e 115-113 a seu favor, enquanto o terceiro árbitro apontou 115-113 em favor de De La Hoya.

3: Manny Pacquiao vs Juan Manuel Marquez I
Data: 8 de maio de 2004

Imagem: boxing.com

O primeiro embate que deu início à rivalidade entre Pacquiao e Marquez. Embalada por uma vitória sobre o lendário mexicano Marco Antonio Barrera, Pacquiao começou com tudo, derrubando Marquez três vezes no assalto inicial. Mesmo assim, Marquez buscou forças e conseguiu igualar a disputa. Após 12 assaltos, um empate foi o veredicto final. Os rivais se enfrentariam mais 3 vezes, com duas vitórias do filipino, e uma do mexicano.

2: Floyd Mayweather Jr vs Manny Pacquiao
Data: 2 de maio de 2015

Imagem: Divulgação

A “Luta do Século”, que já foi alvo de retrospectiva especial no início dessa semana, foi simplesmente um marco na história recente do boxe. Com cifras impressionantes, quebra de recorde de vendas de pacotes PPV (4,4 milhões, quebrando o recorde de Mayweather vs De La Hoya) e a incrível marca estimada de US$ 480 milhões distribuídos aos boxeadores, MayPac colocou no ringue os dois melhores boxeadores entre todos os pesos. Apesar de toda a expectativa, uma luta morna, com amplo domínio do boxeador norte-americano, que venceu por decisão unânime.

1: Diego Corrales vs Jose Luis Castillo
Data: 7 de maio de 2005

Imagem: Nick Laham / Getty Images

Na primeira colocação, um clássico do boxe que certamente está marcado na história. A primeira luta entre Corrales e Castillo foi brutal, com ambos buscando a disputa na curta distância desde o início do confronto. Após ser derrubado duas vezes no décimo round e ser punido com a perda de um ponto por cuspir o protetor bucal, “Chico” Corrales protagonizou uma reviravolta fantástica ao encaixar um duro contragolpe que machucou Castillo. O mexicano, preso nas cordas e sem reação, nada pôde fazer a não ser observar o árbitro Tony Weeks encerrar a disputa, dando a vitória ao algoz de Popó por nocaute técnico. Cinco meses depois, eles duelaram numa revanche, dessa vez vencida pelo lutador mexicano. Para relembrar o primeiro confronto, clique aqui ou veja no vídeo abaixo.

Comentários