Artigos

Publicado em 04 de Dezembro de 2017 às 11h:59

BOMBA: Rose Volante disputará TÍTULO MUNDIAL!

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Brasileira irá à Argentina para a disputa do cinturão das pesos-leves pela Organização Mundial de Boxe NESTE MÊS! (Imagem: Ivan Storti/Memorial + WBO + Montagem R13)

Acabou a espera de Rose “The Queen” Volante (12-0, 7 ko's). A campeã latina do Conselho Mundial de Boxe, número #2 do ranking mundial pela entidade, disputará no próximo dia 22 de Dezembro o tão sonhado reinado mundialista por uma das quatro grandes entidades regentes do pugilismo internacional. Não será, no entanto, a cinta do CMB, aonde está rankeada, que pertence à belga Delfine Persoon – pelo menos não dessa vez – e sim a da Organização Mundial de Boxe.

Rose irá a província de Jujuy confrontar Brenda Carabajal (13-3-1, 9 ko's) pelo cinturão vago da OMB nas pesos-leves (até 61,2 kg) no próximo dia 22 de Dezembro. A ideia original era de que Volante lutasse pelo cetro apenas em 2018, no Brasil, mas com o surgimento desta oportunidade e o fato de já estar com seus treinamentos a pleno vapor, a atleta e sua equipe decidiram aceitar a proposta, mesmo que com pouco tempo para o evento.

“Aceitamos porque a Rose está fisicamente pronta, praticamente no peso, sem lesões. Nestas semanas que restam vamos intensificar os sparrings que já vinhamos fazendo. A Simone (Duarte, pugilista e lutadora de MMA) deve vir aqui ajudar. Estamos confiantes, pra nós a Rose é favorita.”, declarou com exclusividade ao Round13 Felipe Moledas, responsável pela preparação técnica da paulistana junto com Antonio Gomes, o Tony, à quem Volante tem como um pai e que também concordou com a contenda.

Apesar de ter a vantagem da jovialidade (Carabajal tem 26 anos, nove a menos do que a boxeadora do Brasil) e de lutar em casa, a adversária não é tecnicamente superior. As duas têm em comum lutas contra a veterana Maria Elena Maderna, e Volante venceu-a por nocaute no segundo round, enquanto Brenda, dez meses depois, fez Maderna desistir após combater três assaltos.

A argentina, atual campeã latina das super-penas pela FIB, no entanto, já disputou duas vezes pelejas mundialistas. Em Abril de 2016, perdeu imbróglio válido pelo mesmo cetro que estará em jogo contra a ex-monarca Yohana Belen Alfonzo. Cinco meses depois, não conseguiu tomar o boldrié interino das pesos-pena das mãos de Marcela “La Tigresa” Acuña. Em ambas as ocasiões, o revés aconteceu por pontos, de forma ampla. Além disso, como se percebe, Carabajal terá que subir de peso para encarar a brasileira.

Está será a segunda ocasião em que poderemos ver um atleta nacional campeão do mundo na nobre arte, em 2017. Há oito meses, Adeilson dos Santos, o “Del”, teve a chance de desafiar pelo cinturão dos super-galos da própria OMB, mas acabou derrotado por Jesse Magdaleno no segundo período. Ainda não há informações sobre transmissão de “Volante vs. Carabajal” para o Brasil.

Comentários