Artigos

Publicado em 20 de Março de 2016 às 17h:01

Resultados Finais do Pré-Olímpico das Américas

Foto do autor

Autor Luigi F.


Imagem: AIBA / Divulgação

Foi encerrado ontem à noite o Pré-Olímpico das Américas de Boxe, realizado na cidade de Buenos Aires, na Argentina. A competição, que contou com a participação de 241 atletas de 34 países do continente americano, distribuiu 30 vagas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que ocorrerão em agosto deste ano.

Os EUA e a Argentina foram os países que obtiveram o maior número de classificações, com cinco para cada um. Vale lembrar que os EUA são o maior campeão olímpico e também o detentor do maior número de medalhas conquistadas nos Jogos. Eles foram seguidos pela Venezuela, com 4 vagas, e por Canadá, Colômbia e Cuba, cada um com 3 vagas. Já Brasil, Equador, Honduras, Ilhas Virgens, México, República Dominicana e Trinidad & Tobago tiveram, cada um, um boxeador classificado para o Rio-2016.

A vaga brasileira foi conquistada pelo pesado (91 kg) Juan Nogueira, que ficou em terceiro lugar em sua categoria. Juan venceu a sua estreia contra Arnaud Sony Jr, do Haiti, mas acabou eliminado nas semifinais pelo cubano Erislandy Savon. Na disputa pelo terceiro lugar, ele derrotou o estadunidense Cam Awesome, confirmando sua presença no maior evento esportivo da história do Brasil.

Já os demais brasileiros que disputaram os torneios masculinos não tiveram o mesmo destino. Pedro Lima (75 kg) foi eliminado nas oitavas de final pelo equatoriano Mario Delgado Suarez, após ter batido o argentino Angel Lingua na primeira rodada. Já Roberto Queiroz (69 kg) e Rafael Lima (+91 kg) acabaram perdendo na estreia, para Jose Roman (Porto Rico) e Lenier Pero Justiz (Cuba), respectivamente.

No caso dos homens, ainda existem duas chances de classificação: o torneio qualificatório da APB / WSB, que ocorre em maio, em Sofia, na Bulgária, e o Pré-Olímpico Mundial, que acontece em junho, em Baku, no Azerbaiajão. Vale lembrar que, das dez categorias masculinas, o Brasil já possui atletas classificados em sete, restando três vagas possíveis.

Já as mulheres que disputaram o Pré-Olímpico das Américas chegaram até as semifinais, ganharam a medalha de bronze, porém, não conseguiram se classificar pelas vagas diretas. Andreia Bandeira (75 kg) ficou em terceiro lugar em sua categoria. A pugilista, que na estreia derrotou a argentina Lucia Perez, acabou eliminada pela canadense Ariane Fortin-Brochu nas semis. Na disputa pelo terceiro lugar, ela bateu a dominicana Yenebier Benitez. Enquanto isso, Graziele Jesus (51 kg) ficou em quarto lugar. Graziele derrotou Estefani Almanzar (Rep. Dominicana) e Nadia Villarroel (Bolívia) em suas primeiras lutas, mas perdeu para a canadense Mandy Bujold nas semifinais. Na disputa pela terceira colocação, ela acabou perdendo para a estadunidense Virginia Fuchs.

No boxe feminino, a chance de classificação poderá vir no Mundial de Boxe Feminino, que terá início no dia 19 de maio, em Astana, no Azerbaijão, e distribuirá 4 vagas para cada uma das divisões femininas. Graziele terá que chegar até as semifinais do Mundial para conseguir se classificar para as Olimpíadas. Já Andreia Bandeira poderá contar, além de seu desempenho, com o desempenho de Claressa Shields (EUA) ou Ariane Brochu (Canadá), finalistas do Pré-Olímpico das Américas. Nós explicamos: caso Andreia não chegue entre as 4 primeiras no Mundial, mas uma das duas finalistas do torneio de Buenos Aires chegue e obtenha a classificação pelos critérios da competição de Astana, automaticamente a brasileira estará qualificada para os Jogos, uma vez que herdará a vaga do Pré-Olímpico. Isso posto, vale salientar que as chances de Andreia são grandes: Claressa Shields é considerada uma das grandes boxeadoras amadoras no mundo, sendo a atual campeã olímpica e mundial pela categoria feminina do peso-médio.

Dos 286 pugilistas que irão ter a honra de participar das Olimpíadas do Rio de Janeiro, 129 já são conhecidos. O líder de vagas, por enquanto, é Cuba, com 10 boxeadores classificados, seguido do Brasil, com 8 lutadores, entre os 13 possíveis. Os brasileiros que já garantiram sua presença nos Jogos são:

- Patrick Lourenço (49 kg)

- Julião Neto (52 kg)

- Robenílson Vieira (56 kg)

- Robson Conceição (60 kg)

- Joedison Teixeira (64 kg)

- Michel Borges (81 kg)

- Juan Nogueira (91 kg)

- Adriana Araújo (60 kg)

Comentários