Artigos

Publicado em 21 de Junho de 2016 às 19h:37

Yamaguchi e Del iniciam o segundo semestre de grandes eventos no Brasil, em Santos, dia 8 de Julho

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Novamente, Santos, no litoral de São Paulo, receberá um badalado evento do pugilismo nacional. A cidade que vem sendo considerada a capital do Boxe no Brasil, receberá, no próximo dia 8 de Julho, nova parceria entre a Golden Boy Promotions, Arano Box, IBG e Memorial. Da última vez, em Março, Yamaguchi Falcão (10-0, 4 ko's) foi o protagonista e conquistou o cetro latino dos pesos-médios pelo CMB ao nocautear o argentino Jorge Caraballo. Agora, o medalhista de Bronze em Londres-2012 retorna ao Mendes Convention Center para defender seu boldrié.

Seu adversário será o colombiano Devis Caceres (19-6, 14 ko's), de 26 anos, que já deteve a mesma coroa de Yamaguchi, porém nos meio-médios e já desafiou pela cinta Internacional da mesma entidade. Atleta de estatura privilegiada para a divisão em questão, Caceres complicou a vida do hermano Jose Carlos Paz, em plena casa do oponente, perdendo por uma apertada decisão dividida em 2014.

Por estas razões que os treinamentos do brasileiro na cidade de Junin, podem ser fundamentais. “O treinamento aqui na Argentina tá sendo especifico pra essa luta. Eu, meu irmão Thomas Edison e meus treinadores argentinos, estão fazendo um belo trabalho comigo, botando força no meu golpe, tudo caminhando certo, do jeito que eu gosto de treinar.” declarou Yamaguchi com exclusividade ao Round13.

Ainda sobre seu adversário, Falcão o define como “duro e experimentado” ressaltando o fato do mesmo já ter sido campeão latino. “Vai ser uma luta muito boa, o povo brasileiro pode ter certeza que vai ser um belo combate. Como eu digo em todas as lutas, to preparado para qualquer um. Boxe, luva nas mãos, é meu trabalho, então pode vir qualquer um que eu vou saber me dar muito bem em cima de qualquer adversário.”, completou.

Ao ser questionado a respeito do próximo passo, caso vença Caceres, nosso ex-atleta olímpico, e agora profissional, espera subir no ranking do Conselho Mundial de Boxe, aonde hoje ocupa a 30ª colocação: “Depois dessa luta tenho certeza que vou subir bastante no ranking porque já é uma defesa de título. Acredito que a próxima luta será nos EUA, não sei ainda adversário, só digo que, esse ano ainda, tem coisas boas pra nós”.

Sem dúvida, se obtiver êxito e somar mais vitórias em 2016, Yamaguchi fica mais próximo das 10 primeiras posições do tabelamento do CMB, cujo campeão hoje é Gennady Golovkin. Isso torna as perspectivas de uma contenda pelo mundial, em 2017, mais realistas. Com o apoio da Golden Boy Promotions, tem melhores condições de chegar lá.

Outro destaque do evento será Adeilson dos Santos (16-2, 12 ko's), o “Del”, ex-campeão “Juvenil” dos penas, também pelo Conselho. Diferente de Falcão, as lembranças da última oportunidade em que pisou no ringue em Santos, não são das melhores. Isso porque, lutando na semifinal de Yamaguchi contra Caraballo, Dos Santos acabou nocauteado no segundo round por Fabian Orozco, perdendo a oportunidade de arrebatar o título latino dos super-galos pela OMB. Mas o paulista garante estar ansioso e mais motivado para o retorno. “Vou dar o meu máximo para aproveitar a oportunidade que me deram e tenho certeza que vou fazer uma bela luta, vou em busca da vitória. Infelizmente perdi a minha última luta, mas obtive mais experiência e estou voltando com mais gana de vencer e apagar a derrota.”, disse em conversa com nossa equipe através de seu manager, Patrick Nascimento.

Del dividirá o tablado com Walberto Ramos (24-7-2, 17 ko's), da Colômbia. Aos 34 anos, 11 a mais que o boxeador tupiniquim, Ramos traz no currículo um cinturão latino, e uma disputa pelo mundial dos pesos-mosca, em 2006, quando foi derrotado pelo legendário Omar Narvaez, nos pontos. “Eu sei que ele é um atleta muito experiente, já lutou título do mundo, tem um bom record. Estou treinado para essa luta, e espero fazer um bom combate.”, declarou Dos Santos.

Vencendo, segundo o próprio atleta, deverá seguir para Los Angeles, aonde dividirá o camp de treinamento com Patrick Teixeira, que também foi cogitado para atuar no dia 8, durante a mesma programação. Ele garante, no entanto, que nem pensa nisso ainda: “No momento, só tenho essa luta em minha mente. pois quero muito vencer para retomar a minha carreira.”

Como não poderia deixar de ser, perguntamos se, um dia, Del gostaria de nova oportunidade diante de Orozco, o que ele foi enfático em afirmar que sim: “Com certeza. Estou treinando duro para quando chegar essa luta estar bem preparado. vou deixar na mão do meu promotor, Edu Melo, e do meu agente, Patrick Nascimento.”

As demais disputas deste card, bem como os detalhes restantes, ainda serão definidos e aqui divulgados. É certo que, para quem não puder comparecer ao Mendes Convention Center, o SporTV transmitirá os embates principais da noite que tem tudo para iniciar um segundo semestre tão bom quanto o primeiro no que se refere a qualidade de eventos realizados no Brasil.

Comentários