Pós-Luta

Publicado em 03 de Outubro de 2015 às 23h:21

Broner vence por TKO e é novamente campeão mundial

Foto do autor

Autor Luigi F.

Em programação ocorrida na US Bank Arena, Cincinatti, Ohio‎, nos EUA, Adrien "The Problem" Broner (31-2, 23 KOs) sagrou-se tetracampeão mundial na quarta categoria diferente ao bater por nocaute técnico no último round o russo Khabib "The Hawk" Allakhverdiev (19-2, 9 KOs), arrebatando o cinturão vago dos super-leves pela AMB.

‎O combate começou bastante estudado, com Broner levantando vantagem nos rounds iniciais. Preciso nos contra-golpes e com um bom trabalho defensivo através de sua guarda philly shell, Broner conseguiu comandar as ações com um bom uso de sua envergadura favorável, evitando que o russo tivesse sucesso nos ataques.

Sem obter sucesso na tentativa de encurtar a distância, Allakhverdiev dominava o centro do quadrilátero, mas acabava deixando a maioria de seus golpes na guarda de AB. ‎No sexto giro, ao tentar aumentar a pressão, acabou atingido por boa sequência do americano nos segundos finais.

Lutando em sua cidade natal, "The Problem" continuou o domínio nas rodadas subsequentes, iniciando as tradicionais provocações a partir do oitavo round. ‎Nos rounds finais, o roteiro foi mantido, o americano ampliou ainda mais sua vantagem e passou a atacar com mais eficiência, forçando o árbitro Harvey Dock a interromper a contenda aos 2 minutos e 23 segundos do décimo segundo assalto. Na marcação do R13, Broner vencera todos os rounds até o momento da interrupção, e estava a poucos segundos de obter a vitória por decisão unânime quando a luta acabou encerrada.

Agora é esperado que Broner enfrente Jose Benavidez Jr (23-0, 16 KOs), americano que é o campeão interino dos super-leves da AMB desde dezembro do ano passado‎.

Na principal preliminar, em luta equilibrada, o porto-riquenho Jose "Sniper" Pedraza (21-0, 12 KOs) defendeu com sucesso pela primeira vez seu cinturão dos super-penas, versão FIB, ‎ao bater por decisão dividida o norte americano Edner Cherry (34-7-2, 19 KOs). Os juízes apontaram 117-111 (duas vezes) em favor do campeão, enquanto o terceiro viu 116-112 para Cherry. O R13 viu um empate (114-114), o que manteria o cinturão para Pedraza, mas não com a margem de vantagem vista por dois dos juízes.

O evento foi transmitido ao vivo para o Brasil pela Fox Sports‎, com comentários de Fabiano Cruz.

Comentários