Pós-Luta

Publicado em 06 de Fevereiro de 2016 às 19h:43

Duhaupas vence Marcelo Nascimento por decisão unânime

Foto do autor

Autor Luigi F.


Duhaupas (dir.) venceu Marcelo (esq.) por pontos. - Arquivo: Reprodução/Instagram (@jelaaaaan)

Em evento realizado em Monte Carlo, Mônaco, o francês Johann “Reptile” Duhaupas (33-3, 20 KOs) venceu o brasileiro Marcelo Luiz Nascimento (18-12, 16 KOs), em disputa válida na categoria dos pesados.

De acordo com as publicações da mídia internacional, Duhaupas suplantou o brasileiro por decisão unânime após 10 assaltos, obtendo a seu favor três marcações de 100-90, ou seja, na visão dos jurados o francês venceu todos os assaltos. Com a vitória, Duhaupas deixa para trás a derrota sofrida para Deontay Wilder em setembro passado, e agora busca uma escalada nos rankings mundiais para se colocar em posição de encarar Tyson Fury. Outra alternativa para o curto prazo, de acordo com seu staff, seria um enfrentamento contra o promissor britânico Anthony Joshua. Já Marcelo Nascimento, que em nosso pré-luta comentou sobre a simples estrutura de treinos e de apoio que possui, somou a 12ª derrota no exterior em 13 disputas, tendo encarado diversas pedreiras ao longo dos últimos anos.

Em conversa com o Round13, Marcelo mostrou uma visão diferente da dos jurados, porém, reconheceu que Duhaupas deveria ter saído como vencedor. “Foi a melhor luta da minha vida como profissional, perdi por pontos mas derrubei ele, e teve um outro momento onde ele bambeou nas cordas. Nos últimos rounds, ele estava com mais gás, então acabou abrindo vantagem nos pontos e mereceu a vitória. Apesar da derrota, acredito que fiz uma boa luta e me sinto vitorioso. Fui aplaudido e elogiado pelos torcedores e organizadores. Lutei 10 rounds com o principal pesado francês e consegui dar sufoco nele, mesmo treinando numa condição muito inferior”, comentou o brasileiro.

Questionado sobre o fato das marcações terem apontado todos os rounds a favor do oponente, Nascimento disse que também deseja assistir ao vídeo para observar e avaliar a luta em detalhes. “Estou curioso para assistir e poder ver como me comportei olhando de fora, ver a queda direito. Ele caiu de cara. No momento é muita ação, teve muita trocação e tenho que ver o vídeo para avaliar. Vou falar com uns amigos, com os promotores do evento e com um fotógrafo que estava trabalhando na luta. Não vou sossegar até ver esse vídeo”, continuou Marcelo. “Gostaria de agradecer a todos que torcem por mim, principalmente minha família, André Cardoso e sua família, Anderson Campos e Elias Silva”, finalizou o brasileiro.

Estamos tentando contato com os organizadores e com o fotógrafo do evento para termos acesso aos vídeos e detalhes sobre a luta. Assim que tivermos imagens disponíveis, iremos disponibilizar aos fãs.

Comentários