Pós-Luta

Publicado em 12 de Junho de 2016 às 00h:21

Em exibição fantástica, Lomachenko nocauteia Martinez!

Foto do autor

Autor Luigi F.


Ucraniano se sagra bicampeão mundial entre os profissionais em duas categorias diferentes; nas preliminares, Verdejo venceu por TKO.
(Imagem: Top Rank / Reprodução Twitter)

No embate principal da boa programação ocorrida no tradicionalíssimo Madison Square Garden, em Nova York, EUA, Vasyl Lomachenko (6-1, 4 KOs) teve uma fantástica exibição diante do porto-riquenho Roman “Rocky” Martinez (29-3-3, 17 KOs), sagrando-se campeão mundial dos super-penas pela OMB após nocautear o rival no quinto round.

Desde o início, Lomachenko já mostrou vantagem. Com a calma e o amplo repertório de golpes que lhe são peculiares, o ucraniano foi dominando o confronto desde o começou da luta. O talentoso canhoto do leste europeu foi o dono do combate, e logo a partir do segundo assalto passou a conectar alguns golpes que nitidamente entravam com timing perfeito para machucar o rival. E no quinto assalto, após já ter mostrado claramente que era questão de tempo até confirmar sua vitória, Vasyl encaixou duro golpe de direita, derrubando Martinez que não conseguiu mais levantar.

Com a vitória, Lomachenko, que foi bicampeão mundial e bicampeão olímpico no amadorismo, conquista agora seu segundo cinturão entre os profissionais. O ucraniano, que já fora campeão entre os penas, agora leva para casa o boldrié da OMB dos super-penas, que no passado já foi possuído por Acelino “Popó” Freitas.

Resta agora aguardar quais serão seus próximos passos e torcer para que o pugilista europeu divida o quadrilátero com outros oponentes de alto nível. Se continuar mostrando o boxe de hoje à noite, é questão de tempo para que Lomachenko passe a ter uma posição de destaque nos rankings pound-for-pound.

Na principal preliminar, o porto-riquenho Felix Verdejo (22-0, 15 KOs) reencontrou-se com as vitórias por via rápida. Após ter vencido seus últimos dois compromissos por pontos (um deles, diante do brasileiro Willian “Baby Face” Silva), Verdejo suplantou o mexicano Juan Jose Martinez (25-3, 17 KOs). Dominante e acertando bons contragolpes desde o início da contenda, o porto-riquenho obteve o sucesso por nocaute técnico no quinto assalto, após emplacar sequência de golpes no adversário que, ao ficar encurralado, nada conseguiu fazer a não ser observar o árbitro Michael Ortega interromper o duelo. Com a vitória, Verdejo mantém seu cinturão de campeão latino dos leves pela OMB.

Já o chinês Zou Shiming (8-1, 2 KOs) estreou vencendo em solo norte-americano. Mesmo com o estilo burocrático e pragmático de sempre, Shiming bateu o húngaro Jozsef Ajtai (15-3, 10 KOs) por pontos. Ajtai pouco fez a não ser brincar e andar em círculos. Já o chinês, pouco carismático como de praxe, fez o suficiente para vencer, porém, sem encantar. Ao final de 10 assaltos, triplo 100-89 a favor de Shiming, mesmo placar apontado pelo Round13.

Em combate com imagens recuperadas, o promissor estadunidense Julian “Hammer Hands” Rodriguez (13-0, 10 KOs) trucidou o húngaro Adam Mate (21-10, 14 KOs). Após derrubar o adversário por 4 vezes no primeiro assalto, Rodriguez manteve a invencibilidade, obtendo a segunda vitória no ano de 2016.

O evento foi transmitido ao vivo para o Brasil pelo Sportv, com narração de Guto Nejaim e comentários de Daniel Fucs.

Comentários