Pós-Luta

Publicado em 14 de Maio de 2016 às 23h:25

Esquiva e Murata seguem suas trajetórias profissionais, invictos!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Brasileiro superou Paul Valenzuela na Califórnia, enquanto o japonês suplantou Felipe Pedroso, lutando em Hong Kong.

Esquiva, antes dos oito rounds, despacha Valenzuela

O medalhista de prata nas Olimpíadas de Londres, Esquiva Falcão (14-0, 11 ko's), segue vencendo entre os profissionais, guiado pela Top Rank. Nesta noite, subiu ao ringue do Sportman’s Lodge, em Studio City, Califórnia, nos EUA, e venceu o mexicano Paul “Chico” Valenzuela Jr (10-3, 6 ko's).

Valenzuela não entrou para apanhar, e tinha lampejos, impondo certa resistência à Esquiva, obrigando-o à respeitá-lo. O brasileiro, no entanto, dominava buscando sempre encurralar seu oponente, preocupando-se com alguns bons contragolpes, mas defendendo-se melhor deles a partir do segundo giro.

Nosso canhoto aplicou belíssimo gancho de esquerda precisamente colocado no fígado do mexicano, que por muito pouco não entregou-se à lona durante os segundos finais da terceira passagem. No córner, porém, já era visível um corte no supercílio direito de “Chico”. No intervalo seguinte, o árbitro interrompeu a peleja e chamou o médico para verificar o ferimento no atleta do México. Era decretado alí o fim da luta. Nocaute técnico para Esquiva, que, muito provavelmente, conseguiria a vitória de qualquer maneira.

Mais uma apresentação encorajadora de Falcão diante de um oponente corajoso, que nunca havia sido nocauteado. Sua promotora vem demonstrando uma logeira subida gradativa no nível dos adversários, o que é fundamental que continue acontecendo. O filho de “Touro Moreno” está chegando em um estágio crítico em sua carreira, próximo das 20 lutas, e já deve pensar em dividir o quadrilátero com adversários de maior nome, visando seu rankeamento e posterior disputa de cinturao mundial.

Esquiva não irá apresentar-se na programação de 23 de Julho, que contará com seu adversário na final olímpica. Nosso prospecto deverá voltar ao Brasil para acompanhar o nascimento de sua filha Luisa, em Agosto, e retornar aos tablados em Setembro. Ventila-se o nome de Antonio Margarito como um possível contendor. Resta-nos aguardar.

O encontro foi transmitido para o Brasil, ao vivo, pelo SporTV.

Murata suplanta Pedroso por TKO

Rival olímpico de Esquiva Falcão e medalhista de ouro nos Jogos de Londres-2012, o nipônico Ryota Murata (10-0, 7 ko's) segue vencendo no âmbito profissional da nobre arte. Na noite deste sábado, manhã no Brasil, ele venceu mais um lutador tupiniquim.

Combatendo no Hong Kong Convention & Exhibition Center, ele suplantou Felipe Pedroso (13-2, 11 ko's), por nocaute técnico após interrupção da contenda durante o quarto round. Murata vencia todos os assaltos até então, e fez com que o juiz parasse as ações do embate aos 2:50, após aplicar belo overhand de direita em Felipe, preso às cordas.

Além de vencer o terceiro atleta do Brasil na carreira, Murata saiu demonstrando clara evolução, nocauteando um oponente duro que nunca havia sofrido um revés pela via rápida e agradando Bob Arum, que viajou até a Cidade-Estado para acompanhar o evento in loco. Pedroso retorna ao Brasil com a experiência de ter feito embate diante de um campeão nas Olimpíadas, podendo leva-la como aprendizado em seu prosseguimento.

Comentários