Pós-Luta

Publicado em 04 de Novembro de 2017 às 01h:10

Esquiva vence e se aproxima de título mundial

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Brasileiro fez o que tinha que fazer e está mais perto de disputar o cinturão contra Ryota Murata. (Montagem R13)

O Osceola Heritage Center, em Kissimmee, Flórida, foi testemunha de um dos últimos passos do medalhista de prata em Londres-2012, Esquiva Falcão (19-0, 13 ko's) rumo ao desafio frente ao recém-coroado monarca regular da AMB nos médios, Ryota Murata (13-1, 10 ko's), no início do ano que vem.

Nesta noite de sexta-feira, diante do espanhol José Miguel Fandino (11-4, 7 KO), o capixaba obteve um êxito e pode ter confirmado a vontade da Top Rank, sua promotora, em colocá-lo diante do campeão da Associação Mundial de Boxe, também contratado da mesma.

No primeiro giro, o brasileiro não estudou e logo encurralou Fandino, soltando boas sequências. O espanhol sentiu e recuou. Pouco antes do soar do gongo, após mais um golpe aplicado abaixo da linha de cintura, segundo o árbitro, a contenda foi interrompida para a recuperação do lutador europeu.

Na rodada seguinte, o atleta do Espírito Santo seguiu com o domínio, aplicando ainda mais socos fortes no corpo. O terceiro giro se iniciou com a mesma agressividade por parte de Falcão, resultando no primeiro knockdown da contenda após um upper no fígado faltando um minuto para o fim. José levantou-se e poucos segundos depois, outro golpe idêntico o levou ao solo novamente. O valente contendor conseguiu voltar e sobreviver até ouvir o gongo.

A quarta passagem marcou um desconto de ponto para Esquiva. Das quatro advertências do juiz, em apenas duas foi realmente possível afirmar que o punch atingiu abaixo da linha de cintura. De toda forma, o capixaba manteve-se bem fisicamente ainda no quinto intervalo, apenas tomando maior cuidado ao lançar ataques no corpo.

Buscando o nocaute, o brasileiro saiu frustrado do sexto assalto, quando, novamente, não conseguiu seu intento e ainda tomou alguns contragolpes perigosos. A frustração virou a seu favor no round subsequente, quando derrubou Fandino mais uma vez após sequência que culminou com um cruzado na cabeça. Pouco após seu oponente levantar-se, o medalhista olímpico forçou a interrupção ao abafar qualquer tipo de reação do espanhol, vencendo, portanto, por nocaute técnico quando o árbitro saiu ao resgate de seu adversário.

Visando pegar cancha e experiência de tablado diante de um boxeador com nível de detentor de cintas no profissionalismo, Esquiva agora viajará ao Canadá aonde treinará com David Lemieux. Os treinamentos servirão como preparação para Murata, também. Ainda que não seja seu próximo compromisso, o duelo diante do japonês é um rumor bastante forte.

O imbróglio desta noite teve transmissão, ao vivo, para o Brasil através do SporTV3.

Comentários