Pós-Luta

Publicado em 26 de Novembro de 2015 às 00h:48

Lara vence por TKO e mantém cinturão

Foto do autor

Autor Luigi F.


Imagem: Ethan Miller/Getty Images

Após atraso de cerca de 30 minutos na transmissão, devido a condições climáticas ruins no local do evento, o cubano Erislandy Lara (22-2-2, 13 KOs) defendeu com sucesso seu título de campeão mundial dos médio-ligeiros pela AMB diante do esloveno Jan Zaveck (35-4, 19 KOs), ao bater o oponente por nocaute técnico no terceiro round. A luta foi o evento principal da programação de boxe desta quarta-feira, em Miami, nos EUA, transmitida ao vivo para o Brasil pela ESPN+ com comentários de Eduardo Ohata.

A luta começou com o cubano mostrando superioridade desde o primeiro round. Cercando o oponente e controlando o centro do ringue durante a principal parte, Lara conseguiu impor um ritmo de entradas e saídas no raio de ação de Zaveck, atacando de forma rápida e precisa, e recuando a tempo de absorver os contra-golpes do esloveno em sua guarda bem postada, com destaque para o belo golpe de esquerda no final do segundo round, que por pouco não gerou o primeiro knockdown da noite.

Ainda se recuperando do round anterior, Zaveck acabou pego por uma sequência de golpes de Lara no início do giro seguinte. Após ser encurralado pelo cubano, o esloveno virou totalmente de lado olhando para o árbitro, que prontamente deu o comando de “stop”. Acusando uma aparente lesão, não houve qualquer alternativa a Telis Assimenios a não ser encerrar a contenda, decretando nocaute técnico para o atual campeão, que se firma como um dos melhores médio-ligeiros no cenário internacional atual. Após a luta, Zaveck declarou que um golpe que acertou seu pescoço acabou causando um espasmo no ombro, forçando-o a desistir da luta.

Na principal preliminar, que por pouco não acabou cortada da programação, dado que todo o evento acabou atrasado em função da chuva que atingiu o Hialeah Park Race Track, o promissor peso-galo porto-riquenho Emmanuel Rodriguez (14-0, 10 KOs) não teve dificuldades para bater o dominicano Eliezer Aquino (17-2-1, 11 KOs), defendendo o cinturão continental Fedelatin da AMB com sucesso, e arrebatando o título de campeão Latino interino pelo CMB. Com boa movimentação e volume de golpes, Rodriguez derrubou Aquino no terceiro round, e vinha vencendo todos os assaltos até a interrupção do árbitro no 7º giro, após impor boa sequência.

Atual 6º colocado no ranking da AMB, 7º colocado na OMB e 8º pelo CMB, Rodriguez mostrou potencial, e deve galgar mais alguns degraus na classificação das entidades internacionais. Já Aquino acumula o segundo revés consecutivo, dado que em julho ele havia perdido a invencibilidade ao ser superado por pontos por Adam Lopez.

Comentários