Pós-Luta

Publicado em 24 de Setembro de 2016 às 23h:04

Linares vence Crolla em bela luta na Inglaterra

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Venezuelano conquistou quarto título mundial ao bater o britânico em Manchester, por decisão unânime dos jurados. Contenda foi uma das melhores de 2016, até o momento.(Imagem: The Telegraph/PA Wire)

Não foi dessa vez que Anthony Crolla (31-5-2, 13 ko's) conseguiu consagrar-se diante de um nome importante do pugilismo internacional. Mesmo lutando em Manchester, Inglaterra, sua terra natal, ele acabou suplantado por Jorge Linares (41-3, 27 ko's), mas não sem vender caro o resultado. Os scores em 115-114, 115-113 e 117-111 demonstram um pouco do nivel de disputa ocorrido. O Round13 pontuou 116-112 para o atleta da Venezuela. A peleja foi válida pelo reinado da Associação Mundial de Boxe no limite dos 61,2 kg, então sob domínio do britânico.

O confronto começou com amplo domínio de Linares nos primeiros quatro assaltos. No quinto, Crolla se soltou mais, atingindo o então desafiante com golpes bastante potentes. No sexto e talvez melhor intervalo, Anthony machucou Jorge, que teve de se segurar, não sem dar o troco numa troca de momentum espetacular.

Á partir daquele ponto, ambos os lutadores alternaram-se na liderança dos rounds. Preocupando-se em atingir com precisão e movimentar-se, Linares claramente demonstrava sua técnica superior, enquanto Crolla seguia andando para frente, com muita vontade. Campeão e contendor não economizaram na raça e no físico, resultando em aplausos efusivos da plateia ao final do confronto.

Com a vitória, o venezuelano sagra-se monarca pela quarta vez na terceira categoria distinta somando o cetro dos leves pela AMB, que estava em poder de seu oponente. Já o inglês terá de voltar algumas casas em sua trajetória, porém, mesmo derrotado e sem cinturão, sai mais fortalecido após a maior batalha de sua carreira. Já se fala, aliás, em revanche.

O evento foi transmitido para o Brasil, ao vivo, pelo Esporte Interativo e seus canais á cabo EI MAXX e EI MAXX2, com narração de Guilherme Maia.

Comentários