Pós-Luta

Publicado em 24 de Janeiro de 2016 às 01h:34

Por decisão unânime, Danny Garcia vira a luta, e vence Robert Guerrero pelo cinturão do CMB

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Título dos meio-médios que pertencia á Floyd Mayweather Jr. está em boas mãos após belo combate realizado no Staples Center.


Imagem: mogulmediatv.com

Em evento realizado no tradicional Staples Center, em Los Angeles, EUA, os norte-americanos Danny “Swift” Garcia (32-0, 18 KOs) e Robert “The Ghost” Guerrero (33-4-1, 18 KOs) protagonizaram um duelo à altura do cinturão de campeão mundial dos meio-médios pelo CMB, declarado vago após a aposentadoria de Floyd Mayweather Jr. E após as doze rodadas compactuadas, as papeletas dos jurados, de forma unânime, apontaram uma justa decisão favorável á Garcia com placares de 116-112, igualmente. O Round13 viu a contenda em 115-113 a seu favor.

Garcia começou mais lento, e Guerrero se aproveitou disso durante os primeiros 3 minutos. No segundo assalto, Danny começou a melhorar, para, enfim, no terceiro, conseguir sobressair-se. Robert, mesmo oriundo dos pesos-pena, detinha, claramente, a vantagem física no confronto, e soube se aproveitar dela em vários momentos, principalmente ao conseguir utilizar bem os jabs e manter uma distância melhor para si. Apesar disso, desde o começo, o confronto foi bastante aberto e agressivo, por parte de ambos.

Garcia sabia que estava com problemas, e se tornou praticamente um outro pugilista durante a sexta passagem. Contragolpeando com muita classe, mostrou uma bela superioridade técnica e o porquê dos dois títulos mundiais que possui. Ele passou á trabalhar soltando leads fortes de direita, muitos sem a preparação do jab, atingindo seu oponente em cheio e, principalmente, quebrando-lhe a confiança.

O dano à performance de Guerrero foi nítido, e perdurou até o décimo giro quando Danny diminuiu o ritmo, enquanto, mesmo desajeitado, Robert conseguiu impor-se ligeiramente. Porém para mudar os rumos do imbróglio seria necessário mais. Ele bem que tentou, grudava como um carrapato para segurar os melhores recursos de seu adversário, mas acabava frustrado em muitas oportunidades.

O último round foi um resumo de toda a jornada. Garcia começou lento em certa desvantagem, foi melhorando, subindo de ritmo, começou á ser mais preciso, e aos segundos finais, ambos trocaram socos de forma insana, para delírio dos fãs no Staples Center.

Na principal preliminar, Sammy Vasquez (21-0, 15 KOs) enfrentou e venceu Aaron Martinez (20-5-1, 4 KOs), também pelos meio-médios, em eliminatória semifinal do CMB. Vasquez dominou o combate em todos os momentos, do primeiro ao sexto rounds, até Martinez desistir em seu córner, alegando uma contusão no cotovelo.

A transmissão para a TV foi iniciada com o confronto de pesados entre Dominic Breazeale (17-0, 15 KOs) e Amir Mansour (22-2-1, 16 Kos). Em um eletrizante embate em 5 assaltos, programados para 10, Breazeale, que foi á lona no terceiro round, levou a melhor após a desistência de Mansour no intervalo anterior ao sexto giro. Em nossa marcação, Amir levava vantagem de 2 pontos na contenda, até decidir que não daria para seguir devido a um problema, ao que tudo indica, no maxilar (fratura na mandíbula).

O evento foi transmitido, ao vivo, pela Fox Sports e pela vertente digital via FoxPLAY.

Comentários