Pós-Luta

Publicado em 03 de Junho de 2017 às 23h:46

Stevenson destrói Fonfara no segundo round!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


O campeão dos meio-pesados pelo CMB não teve trabalho algum para bater o polonês, destruindo-o com sua potente e letal esquerda. Em interessante preliminar, Eleider Alvarez venceu Jean Pascal por pontos.
(Imagem: Mathieu Belanger/Getty Images)

Não durou muito. O haitiano/canadense Adonis “Superman” Stevenson (28-1, 22 ko's) destruiu o polonês Andrzej Fonfara (29-4, 17 ko's), que vive e atua nos EUA, e defendeu com sucesso seu cinturão dos meio-pesados do CMB, em menos de quatro minutos de confronto, na noite deste sábado, no Bel Centre, em Montreal, Canadá.

O primeiro round foi uma notada surra de Stevenson sobre seu desafiante. Utilizando sua já reconhecida esquerda, talvez a mais perigosa da nobre arte hoje em dia – em especial quando aplicada em cruzado – fez Fonfara beijar a lona, conectou diversar vezes vazando sua guarda e terminou o assalto quase obrigando a interrupção do confronto. No início do segundo giro, o treinador de Andrzej foi quem tomou essa iniciativa ao ver seu pupilo tomando os mesmos socos que havia recebido anteriormente.

Com isso, sem quase nenhum trabalho, Adonis manteve seu boldrié pela oitava vez consecutiva. Ele agora deve encarar Eleider Alavrez ou Joe Smith Jr., apesar de, inegavelmente, a melhor disputa da categoria sair de um hipotético confronto entre o “Superman” e o vencedor do combate entre Andre Ward vs. Sergey Kovalev.

Na principal preliminar da noite, o ex-detentor da cinta disputada na luta de fundo, Jean Pascal (31-5-1, 18 ko's), do Haiti, radicado em Quebéc, sucumbiu diante do invicto colombiano Eleider Alvarez (23-0, 11 ko's), que o venceu por decisão majoritária e manteve seu cinturão “Silver” do Conselho Mundial de Boxe, além de resguardar seu status de desafiante ao título como número #1 do ranking da referida entidade.

Alvarez, com mais recursos técnicos, foi melhor durante a vasta maioria do tempo. Pascal dependeu sempre de sua direita potente e perigosa, porém esporádica. A luta teve bons momentos, sendo o boxeador da Colômbia acertado de forma dura e sentindo em algumas oportunidades, gerando maior emoção. Em contrapartida, fez com que o haitiano fosse machucado e chegou próximo de conseguir uma interrupção no oitavo assalto, quando colocou seu oponente nas cordas.

Com sua maior envergadura, Eleider utilizava bem o jab como preparação e mantendo Jean à uma boa distância. Isso, aliado a uma movimentação pobre, fizeram com que o ex-campeão virasse um alvo fácil para combinações. Com marcações em 117-111 (idem à nossa), 116-112 e um inexplicável 114-114, Alvarez obteve o êxito e segue na linha de frente para enfrentar Stevenson.

A Fox Sports transmitiu o evento, ao vivo, para o Brasil, com a narração de Éder Reis e comentários de Mario Filho.

Comentários