Pós-Luta

Publicado em 07 de Agosto de 2016 às 07h:34

Ward domina Brand completamente e garante luta contra Kovalev

Foto do autor

Autor Daniel Leal


O norte-americano teve pouco a se preocupar diante de Alexander Brand, vencendo todos os assaltos do combate. Com o resultado, Andre garantiu que enfrentará Sergey Kovalev em 19 de Novembro. Em Tucson, no Arizona, Juan “Baby Bull” Diaz obteve vitória pela via rápida e impressionou.
(Imagem: SKySports)

Ontem a noite, na Oracle Arena, em Oakland, California, o local Andre “SOG” Ward (30-0, 15 ko's) deu mais uma mostra de sua habilidade extrema ao transpassar o colombiano Alexander Brand (25-2, 18 ko's) com uma facilidade acima da média. Ele venceu todos os 12 assaltos pactuados, como demonstram os três scores dos jurados, que apontaram idênticos 120-108 para o americano, marcação que bate com a nossa.

Ward usou sua apuradíssima defesa para garantir que não teria problemas, seu contragolpe como arma de sempre, e sua habilidade natural para não dar a menor chance à Brand, que se esforçou, mas nada conseguiu do combate. Ao final da contenda, Sergey Kovalev, que asssitia-a, subiu ao quadrilátero para que, tanto ele, quanto Andre, confirmassem o que já se esperava: Se encaram pelos títulos AMB, FIB e OMB dos meio-pesados, hoje nas mãos do russo, em 19 de Novembro.

Kovalev-Ward é a maior disputa já acertada para o pugilismo profissional neste ano. Muito aguardada pelos fãs, deve fazer números bastante impressionantes, além de pôr, frente a frente, dois dos melhores lutadores “libra-por-libra” na atualidade.

Em Tucson, Diaz impressiona e vence

O super-leve Juan “Baby Bull/El Torito” Diaz (42-4, 21 ko's) dominou e passou por Cesar Vasquez (27-4, 16 ko's), também na noite deste sábado, no Casino del Sol, em Tucson, Arizona. Diaz, conhecido por ter batido Acelino “Popó” Freitas em 2007, dominou as ações diante de um valente mexicano que tentava fazer o que suas limitações lhe permitiam. Com dois minutos do oitavo round o árbitro interrompeu a luta dada a facilidade com a qual os punches de Juan entravam na cabeça de Vasquez. Esta é a sétima vitória de “Baby Bull” desde seu retorno aos ringues, em 2013.

Nas preliminares, Trevor McCumby (23-0, 18 ko's) fez seu papel diante de Shujaa El Amin (12-10, 6 ko's), sendo superior até o córner de seu adversário decidir que já era o suficiente e desisitir da disputa no quarto giro. Já Egor Mekhontsev (12-0-1, 8 ko's), que em Setembro de 2015 passou pelo brasileiro Jackson Júnior, não teve a mesma sorte contra Alexander Johnson (16-4-1, 7 ko's), tendo que contentar-se com um empate após 8 rodadas de enfrentamento.

Comentários