Pós-Luta

Publicado em 30 de Janeiro de 2016 às 13h:15

Zou Shiming bate Natan Coutinho por TKO

Foto do autor

Autor Luigi F.


Shiming (esq.) acerta Natan Coutinho (dir.) / Créditos Imagem: JOHANNES EISELLE/AFP/Getty Images)

Em luta encerrada há pouco no Shanghai Oriental Sports Center, em Xangai, China, o local Zou Shiming (7-1, 2 KOs) bateu o brasileiro Natan Coutinho (12-1, 10 KOs) por nocaute técnico no oitavo assalto, após série de golpes sem resposta por parte do boxeador nacional.

De acordo com a mídia internacional, Shiming foi dominante desde o início da contenda, controlando as ações. A partir do 4º round, quando enfim conseguimos acessar um streaming online da CCTV, canal de televisão estatal da China, foi possível observar que o chinês conseguiu controlar bem a distância através da envergadura e valeu-se de sua boa velocidade para inibir qualquer iniciativa por parte de Coutinho. Somando pontos round após round, Shiming encontrava-se em vantagem nas nossas marcações. No sétimo giro, o brasileiro chegou a ser encurralado, mas conseguiu sobreviver e continuar a luta. Infelizmente, no round seguinte, o lutador local acabou obtendo a vitória após conectar uma boa série de golpes em Natan.


Shiming comemora vitória. Imagem: transmissão CCTV5

Com o resultado de hoje, Shiming reencontra-se com a vitória. O boxeador, que possui um vasto currículo de conquistas no boxe amador, vinha de derrota em março do ano passado, quando foi suplantado pelo tailandês Amnat Ruenroeng em sua primeira tentativa de sagrar-se campeão mundial. Ao bater Coutinho, Shiming conquistou o cinturão internacional da OMB pelos moscas, e deve galgar alguns degraus no ranking da entidade, aproximando-se de uma eventual nova oportunidade mundialista como profissional. Atualmente, o campeão nessa categoria pela OMB é o mexicano Juan Francisco Estrada.

Natan, por sua vez, conheceu a primeira derrota. Com apenas 21 anos e 24 lutas de boxe realizadas (entre amador e profissional), o brasileiro ainda tem um longo caminho pela frente. Vale lembrar que Coutinho é contratado da Don King Promotions, e pode em breve ter novas oportunidades de lutar no exterior, idealmente contra adversários cujo nível de dificuldade aumente de forma gradual. O brasileiro é empresariado por Mauro Katzenelson.


Shiming (esq.) x Natan Coutinho (dir.) - Imagem: transmissão CCTV5

Na principal preliminar, o japonês Ryota Murata (9-0, 6 KOs) não teve dificuldades para vencer o argentino Gaston Alejandro Vega (24-11-1, 10 KOs) por nocaute no segundo assalto. Com a vitória, Murata segue invicto como profissional. Há pouco tempo atrás, foi especulado que o japonês, que assim como Shiming é promovido pela Top Rank, poderia enfrentar o brasileiro Esquiva Falcão, em embate que marcaria uma oportunidade para o brasileiro se vingar da derrota sofrida para o combatente nipônico nas finais dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Vale deixar também uma reclamação sobre a transmissão do evento pela internet. Infelizmente, devido a péssima qualidade do streaming online disponibilizado pela Top Rank, não foi possível acompanhar os 3 primeiros assaltos. Mesmo com todo o anúncio sobre a transmissão feito pela companhia, além das diversas tentativas frustradas de melhorar a qualidade das imagens, o canal da Top Rank teve um desempenho pífio. Talvez eles precisem de alguns cursos com a equipe de David Haye sobre como transmitir um evento em alta qualidade e com mais respeito aos fãs. Há duas semanas, no retorno do peso pesado britânico, a cobertura online foi simplesmente sensacional, em alta definição e com excelente qualidade de sinal. 

Comentários