Pré-Luta

Publicado em 02 de Junho de 2016 às 21h:30

As lutas de sábado no exterior: Vargas vs Salido com transmissão para o Brasil e Liam Smith defendendo cinturão

Foto do autor

Autor Luigi F.

Enquanto grande parte dos fãs brasileiros estarão, neste sábado, de olho no aguardado combate entre Raphael Zumbano “Love” e Laudelino Barros, o “Lino”, (sobre o qual falaremos amanhã) que acontecerá na cidade de Osasco, em São Paulo, dois combates importantes acontecem no exterior.

Vargas coloca cinturão em disputa pela primeira vez diante de Salido

Imagem: Chris Farina / Team Salido / Fightnews

No dia 21 de novembro do ano passado, a aguardada luta entre Saul “Canelo” Alvarez e Miguel Cotto ocorreu em Las Vegas, nos EUA. E mesmo num confronto interessante, que teve como desfecho a vitória de Canelo por pontos, uma verdadeira guerra simplesmente roubou todos os holofotes durante as preliminares. Naquela ocasião, após sofrer um knockdown e estar perdendo a luta para o então campeão, o japonês Takashi Miura, Francisco Vargas (23-0-1, 17 KOs) conseguiu uma virada sensacional. Mesmo com um feio machucado no olho direito, Vargas obteve uma impressionante reviravolta, derrubou o oponente, e acabou conseguindo a vitória por nocaute técnico no nono round, levando para casa o cinturão.

E neste sábado, no StubHub Center, em Carson, na Califórnia, pouco mais de seis meses após a façanha, o “El Bandido” botará seu título dos super-penas pelo CMB em jogo pela primeira vez. Seu oponente será o duro Orlando “Siri” Salido (43-13-3, 30 KOs), que possui no extenso e premiado currículo 11 lutas por cinturão na carreira.

Invicto na empreitada profissional, Vargas vem numa sequência de 4 vitórias pela via rápida consecutivas. Aos 31 anos, o pugilista oriundo da Cidade do México chegou a ser pego num exame antidoping durante o início de seus treinos para a luta deste sábado. Na oportunidade, foi detectada a substância Clenbuterol. Francisco se defendeu dizendo que havia ingerido a substância ao se alimentar de carne vermelha contaminada. Na época, outros esportistas acabaram passando pelo mesmo problema no país. O mexicano, então, mudou seus treinamentos para Los Angeles, sendo submetido a uma grande quantidade de exames surpresas durante o período de preparação, tendo passado em todos. Dessa forma, a luta acabou mantida.

Salido, por sua vez, já se sagrou campeão mundial entre os penas e super-penas. Aos 35 anos, o mexicano possui vitórias marcantes na carreira, como os nocautes sobre o porto-riquenho Juan Manuel Lopez, além do sucesso diante do ucraniano Vasyl Lomachenko, impondo a única derrota da carreira profissional do pugilista europeu até o momento. Vindo de duas lutas contra Roman Martinez, Salido acabou amargando uma derrota na primeira, e um empate na segunda, em resultado controverso, visto que na opinião do Round13, o mexicano merecia ter vencido este segundo confronto.

Na principal preliminar, o prospecto estadunidense Julian “El Camaron” Ramirez (16-0, 8 KOs) faz um duelo de invictos contra Abraham “Chamaco” Lopez (20-0-1, 15 KOs).

O evento será transmitido ao vivo para o Brasil neste sábado, a partir de 23h30, pelo Fox Sports.

Liam Smith enfrenta Radosevic mirando confronto com Canelo em setembro

Imagem: Frank Warren / Fightnews

Quem também luta neste sábado é o britânico Liam “Beefy” Smith (22-0-1, 12 KOs). O atual campeão mundial dos médio-ligeiros, versão OMB, botará seu reinado em disputa contra o montenegrino Predrag Radosevic (30-1, 11 KOs).

Natural da terra dos Beatles, Smith lutará em casa, na Echo Arena de Liverpool, na Inglaterra. Esta será a segunda defesa por parte de Liam, que conquistou o cinto em outubro do ano passado contra John Thompson, e já o defendeu apenas dois meses depois, ao nocautear “Jimmy” Kilrain Kelly. Radosevic, por sua vez, é o atual campeão europeu da categoria pela OMB. A única derrota do pugilista ocorreu em 2013, diante de Felix Sturm.

Se confirmar o favoritismo, Smith poderá encarar, em setembro, o mexicano Saul “Canelo” Alvarez. Dada a dificuldade para que Canelo e Gennady Golovkin cheguem num acerto de contas, é possível que o pugilista latino acabe optando por enfrentar outro oponente neste ano, e o britânico vem sendo um dos cotados.

Este evento não possui, até o momento, nenhuma transmissão confirmada para o Brasil.  

Comentários