Pré-Luta

Publicado em 13 de Janeiro de 2017 às 16h:20

Badou Jack, DeGale, Biro e Careca iniciam os grandes sábados de 2017

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Sueco e britânico unificam os cinturões dos super-médios pela FIB e CMB com transmissão da Fox Sports. Enquanto isso os brasileiros defendem seus títulos nacionais no Guarujá.
(Imagem: Divulgação + Montagem R13)

As noites mais nobres do boxe mundial têm seu início no novo ano! Não que não tenha tido nenhum evento até agora, pelo contrário, porém, os maiores destaques dão a largada para um período que promete no pugliato nacional e internacional.

Jack Vs. DeGale na Fox Sports

O sueco Badou Jack (20-1-2, 12 ko's) não é uma unanimidade em sua divisão de peso. Em 2016 lutou apenas uma vez defendendo seu título mundial dos super-médios pelo CMB ao empatar com ex-campeão Lucian Bute. Bute foi reprovado no anti-dopping, mas o resultado se manteve ainda assim. Fato é que Jack nunca empolgou, seja por seu estilo, ou por seus resultados apertados – nas últimas três lutas, foi um empate, supracitado, e duas vitórias por pontos via decisão dividida, e outra via decisão majoritária. Ou seja, toda vez que um boldrié estava em jogo, Badou venceu (e empatou), mas nunca convenceu.

Por outro lado James DeGale (23-1, 14 ko's) vem com uma reputação mais vistosa. Medalha de ouro nos médios em Pequim-2008, rateou um pouco como profissional ao ser derrotado por George Groves em 2011, mas, em 2015, conseguiu bom êxito sobre Andre Dirrell para conquistar o cinturão dos super-médios pela FIB, então vago. Defendeu-o duas vezes, contra o próprio Lucian Bute, já citado, e Rogelio Medina, no mesmo evento em que seu adversário deste fim de semana apresentou-se pela última vez. Ambos tiveram um 2016 igualmente morno, por isso o ritmo não será fator decisivo neste confronto.

O combate unificatório desta sexta-feira em Nova Iorque será de suma importância não só para eles, mas também para os 76,2 kg, que andam meio sem dono desde a saída de nomes como Andre Ward de seus quadros. A boa notícia é que a Fox Sports transmite o evento a partir da 0:30, de sábado para domingo. É bastante provável que o confronto entre os invictos Jose Pedraza (22-0, 12 ko's) e o pupilo de Floyd Mayweather Jr, Gervonta Davis (16-0, 15 ko's), válido pela coroa da FIB nos super-penas, e a disputa do mundial feminino dos super-galos pela OMB entre Amanda Serrano (30-1-1, 23 ko's) e Yazmin Rivas (35-9-1, 10 ko's) também sejam levadas ao ar.

Biro e Careca defendem títulos brasileiros

O campeão brasileiro dos penas pela CBBP, Aélio “Biro” Mesquita (14-0, 11 ko's) fará sua primeira defesa do título nacional neste sábado, no Guarujá, litoral de São Paulo. Ele protagonizará a luta principal do evento diante do experiente Cid Edson Bispo (19-6, 15 ko's), que em fevereiro completa 42 anos.

Apesar da idade, vale lembrar que Bispo jamais perdeu no Brasil. Contra o desafiante, além dos quase 17 anos a mais, pesa o fato de todas as suas derrotas, ocorridas na Austrália, Argentina, Bolívia, Uruguai e Chile, terem sido pela via rápida. Ele já deteve duas versões do boldrié tupiniquim na mesma categoria, mas não combate desde Maio de 2015.

Biro, que vem de vitória contra Devis Perez em Novembro do ano passado, coloca em jogo pela primeira vez a cinta conquistada em Julho do mesmo ano. Tem uma chance de ser o primeiro brasileiro a vencer Cid Edson, somar mais uma vitória e partir, quem sabe, rumo a um cinturão internacional.

Dividindo as atenções, Alex Sandro Duarte, o “Careca” (9-0-1, 7 ko's), 36 anos, também fará sua primeira defesa de cinturão da CBBP, mas na divisão dos médios-ligeiros. Ele terá pela frente outro quarentão, Joselito dos Santos, o “Tatuado” (19-11, 18 ko's). O desafiante não tem grandes feitos na carreira, tendo tido a oportunidade do título brasileiro dos supermédios pela FNBPB desperdiçada na derrota para Everaldo Praxedes, em 2012.

O interessante de Dos Santos é que já enfrentou grandes nomes do boxe brasileiro em muitas categorias distintas, tais como Agnaldo Nunes, Carlinhos “Furacão”, Marcus Vinícius “Ratinho” de Oliveira, Erivan Conceição, Fabio Garrido, Mohamad Said, entre outros. Todas as suas derrotas ocorreram por nocaute.

Careca, que conquistou o título em Agosto de 2016, vem de uma vitória na Argentina frente a um atleta local, e agora terá a chance de entrar para o hall dos que obtiveram êxito diante de “Tatuado”, para depois partirem para voos maiores.

A programação contará com mais oito lutas e ocorre no Ginásio Vila Souza, no Guarujá, São Paulo. A entrada para o evento custa 1 kg de alimento não perecível.

Comentários