Pré-Luta

Publicado em 28 de Julho de 2017 às 06h:08

Broner vs. Garcia e Patrick Teixeira com transmissão ao vivo para o Brasil neste sábado!

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Disputa entre multicampeões americanos em Nova Iorque e evento que marca o retorno do promissor brasileiro, no Arizona, serão transmitidos pela Fox Sports e ESPN +, respectivamente. (Imagem: BoxingScene.com/MontagemR13)

Dois grandes eventos poderão ser testemunhados pelos fãs brasileiros neste sábado. O maior deles, no Barclays Center, em Nova Iorque, colocará frente a frente o polêmico Adrien Broner (33-2, 24 ko's) com o espetacular Mikey Garcia (36-0, 30 ko's). Somados, os dois estadunidenses possuem nada menos do que sete títulos mundiais.

Com quatro cinturões em quatro categorias distintas, Broner ficou marcado pela indisciplina durante sua carreira, com problemas de peso – por duas vezes perdeu seu reinado na balança – e até mesmo com a lei. Sempre se vendendo por mais do que realmente vale, construiu um nome em cima de seu jeito falastrão, e não em resultados.

Sua mais importante vitória veio sobre Paul Malignaggi, em 2013, subindo duas categorias para tomar-lhe o cinturão AMB dos meio-médios. Na luta seguinte, porém, quando estava a um passo do estrelato, foi surpreendido por Marcos Maidana, que ao superá-lo conseguiu uma disputa frente a Floyd Mayweather Jr.

Diante de Shawn Porter, um ano e meio depois, teve sua grande chance de retomar de onde havia parado, no entanto, ficou novamente pelo caminho. Adrien, “O Problema”, como pode ser traduzido seu apelido, é o tipo de lutador que parece fantástico contra adversários de nível “B”, mas perdeu perante seus maiores desafios. Ainda assim, sendo muito bem empresariado, somou boldriés alfabéticos nos super-penas, leves, super-leves e meio-médios.

Garcia também possui irregularidades na carreira, porém, tirando uma subida forçada de divisão de peso, seu maior entrave foi contratual. Mikey ficou dois anos e meio de fora do pugilismo por razões burocráticas, retornando em Julho de 2016. Pouco mais de seis meses depois, conquistou seu terceiro cetro mundialista, na terceira categoria diferente, ao suplantar Dejan Zlaticanin, então invicto e campeão dos leves pelo CMB.

Considerado um dos melhores boxeadores libra-por-libra no cenário internacional, o californiano terá que pesar mais desta vez, subindo aos meio-médios-ligeiros, o que pode dar maiores chances a Broner, cuja técnica também é refinada, mas é menos favorito no confronto, tanto em nossa visão, quanto na das casas de apostas, que pagam, em média, apenas US$ 0,40 cents para cada Dólar apostado em Garcia, ante a US$ 2,50 de lucro a cada US$ 1,00 arriscado em nome do atleta de Ohio.

A contenda não vale título, mas é um excelente e interessante enfrentamento. Ela representa também a última oportunidade de Adrien firmar-se como alguém da nata do esporte de luvas. Uma derrota neste sábado, por outro lado, o colocará em maus lençóis. A motivação do córner oposto é exatamente suplantar um bom desafio, que possui certo reconhecimento, mesmo em uma divisão de peso que não é a sua, e assim conseguir desafios ainda maiores – e mais lucrativos.

A Fox Sports transmite a programação a partir das 22 horas. Além de “Broner vs. Garcia”, a transmissão deverá contar com a estreia nos pesos-médios do ex-detentor do boldrié da FIB nos médios-ligeiros, Jermall Charlo (25-0, 19 ko's), frente ao eterno e, inexplicavelmente, número #1 do ranking do Conselho Mundial de Boxe, Jorge Sebastian Heiland (29-4-2, 16 ko's), da Argentina. A irlandesa Katie Taylor (5-0, 3 ko's) também estará no card. Ela compete com a texana Jasmine Clarkson (4-8, 0 ko's), em um imbróglio pactuado para, no máximo, oito assaltos.

Bem longe do Barclays Center, conforme informado com exclusividade pelo Round13 no dia 13 de Julho, Patrick Teixeira (26-1, 22 ko's) retornará aos ringues diante de Andrew Hernandez (19-5-1, 9 ko's), no Casino del Sol, em Tucson, Arizona. Esta será a primeira apresentação de Teixeira em 14 meses, desde que fora derrotado por Curtis Stevens, em Maio do ano passado.

O combate do brasileiro, que já ocupou a 4ª colocação no ranking da FIB, a 5ª no da OMB e a 15ª no CMB, na divisão dos médios-ligeiros, é uma preliminar do evento que contará com o enfrentamento entre o ex-desafiante mundialista Sadam Ali (24-1, 14 ko's) e Johan Perez (22-3-2, 15 ko's) na luta de fundo e que será levado ao ar para o Brasil pela ESPN +, à partir das 22 horas deste sábado.

Comentários