Pré-Luta

Publicado em 26 de Maio de 2017 às 19h:08

Diante de Kell Brook, Spence Jr. tenta passar de promessa à realidade!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Norte-americano terá primeira chance de título mundial, neste sábado, com transmissão anunciada pelo Esporte Interativo. Mas para conquistá-lo e consolidar seu nome terá de passar pelo lutador da casa, na Inglaterra.
(Imagem: Divulgação/Esporte Interativo)

Ocorre neste sábado, em Sheffield, Inglaterra, o aguardado confronto mandatório entre Kell Brook (36-1, 25 ko's) e Errol Spence Jr. (21-0, 18 ko's), válido pelo cinturão mundial dos meio-médios pela FIB. A expectativa deste enfrentamento existe há meses, graças à demora da entidade em exigir que Brook enfrentasse seu desafiante obrigatório.

Mais do que isso, o britânico, que é o detentor da cinta, se aventurou nos pesos-médios contra Gennady Golovkin, em Setembro do ano passado, em um movimento de muita coragem e pouca esperteza. Acabou, obviamente, sofrendo nocaute técnico no quinto assalto, com a jogada de toalha de seu córner, que percebeu o estrago em seu rosto e visão, e não poderiam estar mais corretos: Golovkin, que muita gente jura ter sido “exposto” nessa contenda, simplesmente quebrou o osso da órbita ocular do desafiante.

Enquanto isso, Spence ia aguardando sua chance. Primeiro do ranking e desafiante oficial, vem impressionando seus conterrâneos estadunidenses. É tido como uma das maiores promessas norte-americanas da atualidade, e ao vê-lo no ringue, percebesse o porquê. Habilidoso, rápido e técnico, Errol nocauteou facilmente Chris Algieri há pouco mais de um ano, feito que nem Manny Pacquiao ou Amir Khan conseguiram, ambos tendo que se contentar em vencê-lo nos pontos.

É por isso que existe tanta esperança em torno de seu nome. Mas, para torná-la em realidade, o americano deve transpassar o “Special K” no quintal da casa do campeão, roubando-lhe o boldrié e trazendo-o consigo aos EUA. Não é tarefa fácil, mas, se cumpri-la, já será colocado em um patamar privilegiado da nobre arte e dificilmente fará lutas pequenas daqui em diante.

Na principal preliminar da noite, Geogre Groves (25-3, 18 ko's) terá sua quarta chance de arrebatar um cetro mundialista, e possivelmente a última, diante do russo Fedor Chudinov (14-1, 10 ko's). Eles disputam a coroa da AMB nos supermédios que já foi de Chudinov e hoje de encontra sem dono, após todo um imbróglio que envolveu o próprio Fedor e o ex-campeão Felix Sturm, da Alemanha, depois de dois combates entre eles.

Ainda que sem confirmar em qual de seus canais o fará, o Esporte Interativo anunciou, através de suas redes sociais, que realizará a transmissão do evento, ao vivo, a partir das 17 horas. Boa notícia para os fãs do boxe!

Comentários