Pré-Luta

Publicado em 18 de Março de 2017 às 07h:23

Neste sábado tem GGG, sem tevê, pra você!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Sim, rimamos de propósito. Quem sabe assim o fato do combate entre Gennady Golovkin e Daniel Jacobs não ser transmitido para o Brasil, mesmo sendo o maior da atualidade na categoria dos médios, tenha alguma graça! Em Brasília, “The King Of The Ring” sofre alterações, mas levará combates ao público no Distrito Federal. (Imagem: Fightnews.com/Divulgação)

Gennady “GGG” Golovkin (36-0, 33 ko's) tenta continuar seu reinado de terror na divisão dos médios (72,5 kg), neste sábado, diante de Daniel Jacobs (32-1, 29 ko's), campeão “regular” da categoria pela AMB, mas que adentrará ao tablado do Madison Square Garden, em Nova Iorque, como o desafiante aos cinturões do CMB, FIB e ao de “Supercampeão” da própria Associação Mundial de Boxe.

Títulos alfabéticos de lado, esta será a maior disputa desta divisão de peso atualmente. Com três das quatro principais cintas em mãos, Golovkin é uma unanimidade. Indiscutivelmente o número #1 das 160 libras, o cazaque é conhecido por seu incrível poder de nocaute, que lhe rende a marca de 24 vitórias consecutivas antes do soar final do gongo. A última vez que foi até o final de uma luta ocorreu em oito assaltos, no ano de 2008, diante do journeyman francês Amar Amari, que já se aposentou. Martin Murray ainda o levou até o décimo primeiro round em 2015, mas acabou sucumbindo após beijar o solo três vezes durante a contenda e vê-la ser corretamente interrompida.

Essa sequência aterrorizante não só vem da força em seus golpes, mas também da técnica com a qual os aplica. Além disso, GGG é o atleta em atividade que melhor “corta” o ringue, encurralando seus adversários através de seus golpes retos, pressão, e caminhar sob o tablado. É um show de habilidade, aliado à excitante ameaça constante do KO. Perfeito para a televisão brasileira, certo?

Dividindo o combate de fundo está Jacobs, lutador de uma pegada igualmente preocupante, que completou uma dúzia de vitórias seguidas pela via rápida após nocautear Sergio Mora, em Setembro. Sua única derrota foi logo antes de iniciar esta sequência, diante do ex-campeão Dimitri Pirog, já aposentado, em 2010, durante sua primeira oportunidade à um cetro mundialista. De lá para cá, além dos nocautes consecutivos, venceu também um câncer na coluna cervical, sua maior batalha até hoje, da qual saiu tendo que reaprender a caminhar.

Como se percebe, um main event digno do nome, um produto excelente para ser vendido ao público, correto?

Não bastando isso, a principal preliminar do evento traz Roman “Chocolatito” Gonzalez (46-0,38 ko's), um dos principais lutadores da atualidade, que defende, além de sua invencibilidade em quarenta e seis combates, também o título do Conselho Mundial de Boxe nos super-moscas contra o tailandês Wisaksil Wangek (41-4-1, 38 ko's).

Em outra semifinal, o adversário anterior do nicaraguense “Chocolatito”, Carlos Cuadras (35-1-1, 27 ko's), do México, encara o compatriota David Carmona (20-3-5, 8 ko's), também no limite dos 52,5 kg. Cuadras busca, com uma eventual vitória, a revanche contra Gonzalez, já que o primeiro imbróglio entre ambos não teve um resultado claro, apesar da decisão unânime dos jurados.

É nítido como, mesmo nas preliminares, existe todo um enredo interessantíssimo. Óbvio que, com um casamento de confrontos como esse, qualquer emissora compraria esta programação, não?

No Brasil, NÃO. Você terá que se contentar em buscar alguma transmissão clandestina através da internet se quiser assistir ao vivo ao maior evento da nobre arte neste mês.

Isso é compreensível, uma vez que, no mesmo horário, a Fox Sports precisa passar o VT de Athletic Bilbao e Real Madrid. A BandSports não pode deixar de lado a Maratona de Wuxi. A ESPN+ tem que transmitir o Basquete Universitário estadunidense (NCAA), mesmo que seu canal principal já vá exibir a NBA simultaneamente. O Esporte Interativo estará muito ocupado com eventos de kickboxing e tapes do campeonato português (quem não vai ficar em casa no sábado a noite para rever Paços Ferreira vs. Benfica?). Se você não quer ver esta reprise internacional, relaxe, nos canais SporTV e SporTV3 estarão no ar novamente os “clássicos” Resende x Flamengo e Tricordiano x Atlético Mineiro – Imperdível!

Ah, e não se esqueça de pagar o boleto da TV a Cabo este mês, hein?

“The King of The Ring” também acontece no sábado.


Gabriel Bonfim (esq) e Claudio Pedra (dir.) fazem a luta de fundo (Imagem: Jorge Bueno/CNB)

Novo evento de boxe à ser realizado em Brasília sofreu alguns contratempos, mudança de local, mas ainda colocará Gabriel Bonfim (4-0, 0 ko's) diante de Claudio Pedra (5-3, 3 ko's) no combate principal. Além disso, continuam no card os confrontos entre Denilson Conceição (2-0, 0 ko's) e Dheberson Santos, Ismael Bonfim (1-1, 0 ko's) e Joel Pereira da Silva (5-28-1, 5 ko's) e de João Maciel (1-0, 0 ko's) contra Paulo Galdino (0-1).

Foram cancelados os enfrentamentos de Estivan Falcão, que pegaria Alan Silva, e de Vitor Siqueira (3-0, 3 ko's), que encararia Wilton Batista (0-1), uma vez que a IBG, promotora de Falcão e Siqueira, retirou-se do espetáculo.

Agora a programação ocorrerá no ginásio São Bartolomeu, em São Sebastião-DF, ao invés do ginásio do SEST/SENAT em Samambaia, como era o previsto. As entradas continuam sendo vendidas à R$ 30,00 na Nacional Esportes de Taguatinga e na Popó Fight Club do Minas Tênis Clube para quem quiser garantir o ingresso antecipadamente para conferir pessoalmente as lutas.

Comentários