Pré-Luta

Publicado em 09 de Dezembro de 2016 às 14h:46

Que sábado!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Este dia 10 de Dezembro será marcado por cinco grandes eventos pelo mundo. Três deles terão transmissão, ao vivo, para o Brasil. Anthony Joshua, Luis Ortiz, Julio Cesar Chavez Jr., Jermall Charlo, Abner Mares, Terence Crawford, Andy Ruiz e Joseph Parker são alguns dos que abrilhantam o final de semana na nobre arte. (Imagem: Montagem R13)

Sabe aquela velha frase: “Nunca tem festa, quando tem, elas são no mesmo dia”? Pois bem, o dia 10 de Dezembro de 2016, sábado, com certeza pode ficar marcado como tal. Serão cinco grandes eventos ao redor do mundo, e três deles transmitidos no Brasil por SporTV, Esporte Interativo e Fox Sports. Além dos que serão levados ao ar por aqui, México e Nova Zelândia recebem outras duas programações muito interessantes.

Joshua defende título dos pesados pela FIB contra Molina

Com 100% de nocautes até hoje, o britânico Anthony Joshua (17-0, 17 ko's) é a maior sensação da categoria. Ouro nas olimpíadas de 2012, invicto, e de estilo muito atrativo, o atual campeão dos pesados pela FIB é uma estrela no Reino Unido e seu nome já ecoa no mundo todo. Com enorme potencial de atração do público para seus combates, não é de se estranhar que Eddie Hearn, seu empresário e um dos mais proeminentes personagens do boxe europeu atual, não recue quando o assunto é colocá-lo para apresentar-se em grandes palcos. Este sábado a Manchester Arena testemunhará o que, se tudo correr dentro dos conformes, pode ser o nocaute do ano.

Eric Molina (25-3, 19 ko's), o desafiante, não merecia estar nesta posição, mas assumirá a mesma devido a uma somatória de conjunturas. É certo que sua última vitória, diante de Tomasz Adamek, impressionou, mas não o suficiente para lhe garantir uma segunda chance ao título mundial. É valente, sem dúvidas, mas será presa fácil para a fera com quem dividirá o quadrilátero, salvo se provocar a zebra do ano.

Não houvessem falhado as negociações para que Joshua enfrentasse Wladimir Klitschko, e a “fuga” de Joseph Parker deste enfrentamento agora, provavelmente Molina assistiria ao evento do conforto de seu sofá. Como o inglês vem de um hiato de 5 meses não costumeiro, Eric deve ser apenas um aquecimento para o que está por vir em 2017.

As preliminares da programação são tão, ou mais, interessantes do que a contenda de fundo. Na principal, o título dos super-moscas pela AMB estará em jogo quando o campeão Luis Concepcion (35-4, 24 ko's) encara o britânico Khalid Yalafai (20-0, 14 ko's). Os pesados Dillian White (19-1, 15 ko's) e Dereck Chisora (26-6, 18 ko's) resolverão uma rivalidade local em combate pactuado para 12 assaltos e de fundamental importância na carreira de ambos.

O ex-campeão interino da AMB, também na categoria máxima, Luis Ortiz (26-0, 22 ko's) segue sua busca por uma grande disputa ao enfrentar David Allen (9-1-1, 6 ko's), da Inglaterra. O cubano precisa vencer e convencer após a fraca exibição diante de Malik Scott há um mês atrás. Scott Quigg (31-1-2, 23 ko's) retorna de sua primeira derrota e perda do cinturão mundial dos penas. Ele sobe de categoria para pelejar contra o duro mexicano Jose Cayetano (20-4, 9 ko's), valendo o boldrié Internacional da AMB.

Além de todos os confrontos supracitados, a estrela irlandesa Katie Taylor (1-0, 1 ko's) faz sua segunda disputa profissional, enquanto os invictos Callum Smith (21-0, 16 ko's) e Conor Benn (5-0, 3 ko's), filho do legendário Nigel Benn, tentam manter a invencibilidade diante de Luke Blackledge (22-2-2, 7 ko's) e Steven Blackhouse (1-4-1, 1 ko's), respectivamente.

Tudo isso poderá ser conferido, ao vivo, no EI MAXX, do Esporte Interativo, a partir das 18:25 da noite.

Crawford enfrenta Molina, de olho em Pacquiao

Bem longe de Manchester, já em Omaha, Nebraska, o lutador mais querido da cidade, Terence Crawford (29-0, 20 ko's) apresenta-se neste sábado, visando manter seu status como um dos maiores na atualidade. Terá diante de sí, porém, um duro John Molina Jr. (29-6, 23 ko's), que vem de excelente vitória sobre Ruslan Provodnikov. Em jogo estarão as cintas do CMB e da OMB nos meio-médios-ligeiros.

Mais do que isso, Crawford tenta se colocar no caminho de sua maior luta até hoje, o especulado confronto diante de Manny Pacquiao. Este evento seria de especial magnitude, tendo em vista que Terence é tido como um possível sucessor de próprio Manny, seja em habilidade demonstrada sobre o quadrilátero, seja em potencial promocional.

Em uma das semifinais, Mason Menard (32-1, 24 ko's) encara Raymundo Beltran (31-7-1, 19 ko's), ex-desafiante ao título mundial, valendo os títulos norte-americanos versões NABO (OMB) e NABF (CMB), nos pesos leves. Em outra, o meio-pesado invicto Sean Monaghan (27-0, 17 ko's) pega Fernando Castaneda (24-11, 15 ko's).

O brasileiro Sidney Siqueira (26-11-1, 17 ko's) confronta o americano Mike Reed (20-0, 12 ko's) também em preliminar. Siqueira, de 39 anos, foi durante muito tempo o campeão brasileiro dos leves, é muito duro e tem técnica, porém, sua inatividade de um ano, somada as três derrotas em suas últimas três lutas não corroboram em um prospecto positivo para este combate. Ainda assim, não se espera menos do que uma atuação sólida de Sidney, como sempre foram as suas até hoje, e, muito provavelmente, são a razão pela qual a Top Rank, promotora do evento, o tenha contratado. Reed precisa de testes e Siqueira é um de ótima qualidade.

O SporTV transmite as disputas, ao vivo, a partir das 23:55 deste sábado.

Charlo e Mares são os destaques de programação transmitida pela Fox Sports

O tricampeão mundial em três categorias, Abner Mares (29-2-1, 15 ko's) e o detentor do boldrié da FIB nos médios-ligeiros, Jermall Charlo (24-0, 18 ko's) serão as grandes atrações do USC Galen Arena, em Los Angeles, amanhã. Eles enfrentam o argentino Jesus Andres Cuellar (28-1, 21 ko's), campeão dos penas pela AMB, e Julian Williams (22-0-1, 14 ko's), respectivamente.

Para Mares esta será a grande chance de conquistar um cinturão novamente. Vindo de derrota para Leo Santa Cruz em Agosto do ano passado, o mexicano não deveria combater por título, mas seu nome e o status de antiga grande promessa o recolocarão numa dura disputa diante do argentino Cuellar.

Já Charlo, que como seu irmão gêmeo Jermell, é um jovem e invicto campeão, fará a terceira defesa da cinta da Federação. Williams, seu desafiante, que também é invicto, representa perigo, mas não tem vitórias sobre nomes como Austin Trout, ou Cornelius Bundrage, diferente de Jermall, que os venceu, e bem. Aos 26 anos, os irmão Charlo são promissores e podem buscar confrontos maiores em breve diante de Erislandy Lara e até mesmo Saul “Canelo” Alvarez.

A Fox Sports anuncia a transmissão destas lutas a partir das 01:00 da manhã, na madrugada de sábado para domingo.

Parker e Ruiz se encaram pelo cinturão dos pesados da OMB

O sábado também tremerá a Nova Zelândia, pelo menos no mundo do boxe! Isso porque, Joseph Parker (21-0, 18 ko's), a maior sensação local, e Andy Ruiz Jr. (29-0, 19 ko's) enfrentam-se na luta de suas vidas, valendo o cinturão mundial da categoria máxima do esporte, em sua versão OMB.

Número #1 do ranking da FIB, Parker, supostamente deveria encarar Anthony Joshua pelo cinto da referida organização. Visando talvez um “atalho”, após a destituição de Tyson Fury, resolveu que disputaria o título vago da Organiação Mundial de Boxe. Em seu caminho, porém, estará Ruiz.

Andy quer vencer Joseph para tornar-se o primeiro atleta americano de origem hispânica à alçar a alcunha de campeão do mundo nos pesos-pesados por uma das quatro grandes entidades regentes. Chris Arreola foi o que chegou mais próximo em um passado recente, porém, sem dúvidas o “gordinho” Ruiz tem mais chances hoje do que qualquer um jamais teve.

Na semifinal principal, Jeff Horn (15-0-1, 10 ko's), grande promessa do pugilismo australiano, terá Ali Funeka (39-5-3, 31 ko's) pela frente, valendo o título intercontinental dos meio-médios pela OMB. Funeka desafiou duas vezes por um cetro mundialista e é o atual campeão africano da categoria. Horn, por sua vez, tem sido cotado para viajar aos EUA em 2017 e confrontar Manny Pacquiao. Bob Arum, seu promotor e também o de Pacquiao, deve colocá-lo na preliminar da próxima luta do filipino já para promover o confronto entre ambos na sequência. Por isso é bom ficar de olho nele, que já bateu os brasileiros Fernando Ferreira “Fumaça” e Robson Assis, o “Robgol”.

Infelizmente não teremos transmissão deste evento para o Brasil, mas neste dia 10, não dá para reclamar.

Chavez Jr. tenta dar a volta por cima diante de Britsch

Contestado e decepcionante em grande parte de sua trajetória, acusado de usar apenas o nome como meio de promoção, Julio Cesar Chavez Jr. (49-2-1, 32 ko's), ex-detentor da cinta CMB dos médios, tenta novamente retomar os rumos de sua carreira. Vindo de vitória sobre Marcos Reyes há quase um ano e meio, Chavez Jr passou por altos e baixos durante toda sua vida pugilística. Inevitavelmente sempre comparado ao pai, jamais cumpriu as expectativas, seja por não ser tão talentoso, ou por pura indisciplina. Devido a isso, já perdeu grandes oportunidades.

Este sábado, em Monterrey, combaterá o alemão Dominik Britsch (32-2-1, 11 ko's), supermédio de pouco destaque até o momento. O peso combinado será de 76,657 kg e a contenda será disputada em, no máximo, 10 assaltos.

Comentários