Pré-Luta

Publicado em 13 de Maio de 2016 às 07h:30

Rivais no amadorismo, Esquiva Falcão e Ryota Murata lutam nesse sábado em eventos distintos

Foto do autor

Autor Daniel L. & Luigi F.

Esquiva Falcão vs Paul Valenzuela com anúncio de transmissão para o Brasil!

Esquiva Falcão (Imagem: Top Rank / Globo Esporte) e Paul Valenzuela Jr (Imagem: BoxRec)

Neste sábado, o brasileiro Esquiva Falcão (13-0, 10 KOs) sobe ao ringue do Sportman’s Lodge, em Studio City, Califórnia, nos EUA, para mais uma luta em sua carreira profissional. O filho de Touro Moreno irá encarar o mexicano Paul “Chicho” Valenzuela Jr (10-2, 6 KOs). O confronto está previsto para 8 assaltos e será na categoria dos médios.

Medalhista de bronze no Mundial de 2011 e medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, tendo sido eliminado em ambas as competições pelo rival dos tempos de amadorismo Ryota Murata (que também luta nesse sábado, conforme mostramos logo abaixo), Esquiva reside e treina em Las Vegas, sob os cuidados do treinador argentino Miguel Diaz. Vindo de vitória sobre Joe McCreedy em março, numa das melhores exibições de um pugilista brasileiro no exterior neste ano, Falcão vem se consolidando como um dos principais nomes do nosso país no boxe profissional, e é promovido pela Top Rank.

Já Valenzuela também subirá ao quadrilátero de cordas pela segunda vez neste ano. Tendo obtido vitória sobre Konstantin Alexandrov em março, o mexicano possui, como grande resultado da carreira, uma vitória sobre seu compatriota Antonio Gutierrez, em maio de 2015. Na ocasião, ele foi o responsável por arrancar a invencibilidade do oponente, obtendo vitória por pontos. Com estilo brigador, “Chicho” possui apenas duas derrotas como profissional, ambas na decisão dos juízes.

“O adversário é bastante forte. Ele tem 10 vitórias e apenas 2 derrotas, sendo que nunca perdeu por nocaute. Acredito que meu dever seja vencer por nocaute nessa luta. Treinei muito e quero ganhar do modo mais rápido. Sabemos que os mexicanos sempre são adversários difíceis de se enfrentar, mas estou 110% preparado. Vamos manter a distância e procurar minar a resistência dele, com golpes sempre na linha de cintura. Isso vem funcionando muito bem, todos os meus nocautes vieram com golpes no corpo. Com fé em Deus, vamos vencer e será por nocaute”, declarou Esquiva com exclusividade ao Round13 através de suas mídias sociais.

“Gostaria de agradecer aos meus fãs e aos fãs da nobre arte pelo apoio. Conto com a torcida de todos vocês neste sábado. E também queria agradecer aos meus patrocinadores Netshoes, Everlast e Paris Filmes, que estão sempre acreditando em mim”, finalizou o brasileiro.

Outros combates que devem ser transmitidos serão a disputa entre os mosca-ligeiros Carlos Licona (6-0, 2 KOs) e Cesar Sustaita (3-2, 3 KOs), além da luta principal da programação, que será entre o estadunidense Saul “Neno” Rodriguez (19-0-1, 14 KOs) contra o colombiano Daulis Prescott (31-3, 23 KOs), que é irmão de Breidis Prescott.

Apesar da programação oficial divulgada no site da Top Rank, que é responsável pela organização do evento, não marcar a luta do brasileiro Esquiva Falcão como um dos embates que serão televisionados, o canal SporTV confirma, em seu site oficial, que o confronto entre Esquiva e Valenzuela será transmitido ao vivo neste sábado, a partir das 22h55.

Murata encara Pedroso, em Hong Kong, já com luta marcada para Julho

(Imagem: Divulgação/DEF Promotions)

Enquanto seu rival no amadorismo combate nos EUA, conforme supracitado, neste sábado, o superstar nipônico Ryota Murata (9-0, 6 ko's) adentra o quadrilátero de cordas, do outro lado do mundo. Dentro do Hong Kong Convention & Exhibition Center, terá pela frente mais um adversário tupiniquim (o terceiro, até então, como profissional). Felipe Pedroso (13-1, 11 ko's) gaúcho de Cruz Alta, representando São José dos Pinhais, no Paraná, subirá ao tablado para a mais importante contenda de sua carreira.

Treinado pelo popular ex-boxeador Macaris do Livramento, ambos já se encontram há alguns dias na cidade-estado sede do combate, aonde tiveram acesso à academia de alto nível, visando finalizar a preparação. Pedroso só perdeu, até hoje, para Davi “El Loco” Eliasquevici, por pontos, nunca mais encarando a face de um revés. Em sua jornada, tirou invencibilidades de dois adversários e foi até a Argentina para suplantar o local Lucas Priori, por nocaute.

O japonês e sua equipe de promoção, a Top Rank, mesma de Esquiva Falcão, parecem não se importar muito com o oponente. No dia 23 de Julho, Murata está agendado para fazer uma das preliminares do embate unficatório entre Terence Crawford e Viktor Postol, enfrentando o nativo-americano George Tahdooahnippah (34-2-3, 24 ko's), em Las Vegas. Ou seja, para eles, Pedroso são favas contadas.

Tendo Murata passado por Douglas Ataíde e Carlos “Açougue” Nascimento, com certa facilidade, talvez ache que possa vencer qualquer brasileiro, que somos seus “fregueses”. Mas tanto seu ex-oponente olímpico quanto seu adversário neste final de semana, estão prontos para provar que a história não é bem assim:

“Vou acabar com ele. Vou arrancar o coração dele.”, foram as palavras proferidas por Felipe á mim, quando abordei-o sobre os fatos mencionados anteriormente. O boxeador do Rio Grande do Sul se diz pronto, está no peso, e tem demonstrado gana de vencer desde que a luta foi marcada, assim como já conversamos em outra oportunidade

Que o brasileiro, possuidor de dureza e capacidade, leve isso como incentivo para surpreender Ryota e alçar voos maiores. Sua vitória em solo argentino em 2015 deveria ter sido seguida de boas oportunidades, mas isso exigiria termos empresários de maior visão no Brasil, algo que, com raras exceções, não existe.

Infelizmente para nós, não há confirmação da transmissão deste evento para o Brasil.

Comentários