Pré-Luta

Publicado em 15 de Dezembro de 2017 às 16h:37

Sábado tem Saunders vs. Lemieux e TKOTR no Distrito Federal

Foto do autor

Autor Daniel Leal

No Canadá, britânico coloca cinturão OMB dos médios em jogo diante do ex-detentor do cetro da FIB, com transmissão no SporTV2. Em São Sebastião, no DF, segunda edição do “The King Of The Ring” trás duas disputas de título brasileiro no Card. (Imagem: Divulgação/Montagem R13)

Billy Joe Saunders (25-0, 12 ko's) é, definitivamente, o campeão menos respeitado dos pesos-médios. Em uma divisão que possui Gennady Golovkin como rei, Saul “Canelo” Alvarez como desafiante principal e Ryota Murata como o outro possuidor de boldrié, o inglês sofre com a desconfiança em si e seu boxe. Suas três contendas mundialistas vencidas nos pontos, duas de forma não muito clara, também não ajudam a melhorar sua reputação.

É por isso que a disputa deste Sábado contra David Lemieux (38-3, 33 ko's), aonde tentará defender seu cinturão OMB, é fundamental para Saunders. Se vencer o canadense, na casa do adversário, ele se firma como um nome à ser mencionado dentre possíveis oponentes dos pugilistas supracitados, no futuro. Esta será, também, a primeira vez de “BJ” lutando fora do Reino Unido.

Para Lemieux, por outro lado, o combate deste dia 16 de Dezembro é uma reafirmação. Depois de recuperar-se de uma ascensão interrompida por duas derrotas seguidas, chegou ao título da FIB em 2015. Para sua infelicidade está na mesma geração de “GGG”, e o uzbeque queria unificar todos os cetros. Sendo assim, David não teve nem tempo de curtir seu reinado, perdendo-o para Golovkin quatro meses depois de conquistá-lo.

Esta será, por conseguinte, a melhor oportunidade de Lemieux para reaver uma cinta. Ele é mais pugilista do que Saunders e estará lutando em casa. No entanto, não é uma virtuose e, se deixar a técnica do campeão impôr-se perante sua força, terá grande chance de ficar para trás. Para isso trouxe boxeadores de classe mundial para seu camp de treinamento. Dentre eles, os principais, Yamaguchi e Esquiva Falcão, ambos ranqueados, medalhistas olímpicos e brasileiros, evidentemente. Resta saber se conseguirá cumprir o que dele se espera.

O final desta história poderá ser assistido, ao vivo, no Brasil, através do SporTV2, ás 01:00 da madrugada deste Sábado para Domingo.

Segunda edição do The King Of The Ring contará com dois títulos brasileiros


(Imagem: Divulgação)

O “The King Of The Ring” entra em sua segunda edição também neste Sábado. Em evento que será realizado no Ginásio Poliesportivo São Bartolomeu, em São Sebastião, Distrito Federal, Gabriel Bonfim (5-0, 0 ko's) e Ademir Machado (4-0, 1 ko's) fazem a luta de fundo, que vale o cinturão vago dos médios-ligeiros pelo CNB.

Bonfim, de apenas 20 anos, já desponta como um grande talento. Altamente técnico, lhe falta pegada. Em confrontos de maior duração, porém, pode ser que finalmente consiga um nocaute. Não deve ser o caso diante do duríssimo Ademir, que mesmo sendo veterano (Machado tem 39 anos, quase o dobro da idade de Gabriel) possui um ótimo preparo físico, tem um boxe bem postado e traz em seu córner toda a experiência de Luiz Caetano, ex-pugilista de vasta passagem no boxe nacional e internacional. O resultado dos 10 rounds pactuados é incerto, e o confronto interessante.

Em outra peleja por título nacional, Luis Cardoso (2-0, 0 ko's) e Lázaro Bonfim (2-0, 1 ko's) se encaram pela coroa dos pesos-penas, atualmente também sem dono. Cardoso vem de vitória sobre o então invicto Jean Carvalho, em Setembro, no último “Boxing For You”. Bonfim estreou em 2017 e já terá a oportunidade de sagrar-se campeão. Os dois têm boa passagem no amadorismo, com maior destaque para Cardoso nesse quesito. No entanto, Bonfim, de 27 anos, tem a vantagem de ser sete anos mais jovem, além de mais alto e com maior envergadura.

Nas preliminares, Michel “Babu” Silva (11-0, 10 ko's) retorna ao quadrilátero pela terceira vez desde 2011. Com poucas oportunidades, sua carreira tornou-se irregular e ele não se apresenta desde Julho do ano passado. Diante do experimentado Reginaldo Martins (20-18-1, 12 ko's), terá seis assaltos nos pesos-galo para recuperar seu ritmo e engatar uma sequência maior de confrontos.

Quem busca recuperação no evento é Marcelo Cruz (0-1). O “Brasília”, como é conhecido no meio pugilístico, teve uma boa trajetória no boxe olímpico, migrou para o MMA, e quando estreou na vertente profissional da nobre arte foi batido duramente por Alex “Poatan” Pereira (1-0, 1 ko's), atual campeão do GLORY, maior evento de Kickboxing na atualidade. Contra o estreante Luciano Farias, também oriundo das artes marciais mistas, serão quatro giros, baixando para os pesos-cruzadores, para que Cruz comece a mostrar que pode ter futuro no esporte de luvas.

Irmão mais velho de Gabriel Bonfim, Ismael “Samurai” Bonfim (2-1, 0 ko's) tanta emplacar a segunda vitória seguida contra o debutante Jeferson Santos, em quatro períodos, no máximo, dentro dos supermédios.

Por fim, fazendo seu debut após passagem estrelar no amadorismo, Taynna Cardoso dividirá o tablado com Caroline Araujo, que será remunerada pela primeira vez no quadrilátero, também. Taynna ficou conhecida por ter sido preterida na corrida para ir aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Serão quatro intervalos de dois minutos por um de descanso.

Conforme já dito, a programação será realizada no Ginásio Poliesportivo São Bartolomeu, em São Sebastião, Distrito Federal. O início do evento, que contará também com lutas amadoras, se dará às 19:00 hrs e os ingressos podem ser adquiridos no local. A promoção é de Patrícia Colaviti e Mike Promotions Boxing. A supervisão e arbitragem ficarão a cargo do Conselho Nacional de Boxe.

Comentários