Pré-Luta

Publicado em 04 de Maio de 2017 às 18h:00

Yamaguchi encara americano invicto mirando o topo!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Medalhista de Bronze em Londres-2012 pega Morgan Fitch, lutador apontado por Roy Jones Jr. como “o homem para testar GGG”, nesta sexta, com transmissão da ESPN+. Esperança de título mundial do Brasil já está em Las Vegas aguardando o soar do gongo para sua luta mais importante como profissional até o momento e mandou recado para nossa equipe. (Imagem: AFP)

Nesta sexta-feira, dia 05, dando largada em um final de semana importantíssimo para o boxe, Yamaguchi Falcão (12-0, 6 ko's) terá a chance de subir ainda mais nos rankings mundiais. Isso porque, no maior teste seu até então, encara Morgan “Big Chief” Fitch (18-0-1, 8 ko's), norte-americano nascido em Raceland, Louisiana.

O maior destaque na trajetória de Fitch não são seus combates, ou oponentes, mas um comentário de Roy Jones Jr. durante a transmissão do combate entre Gennady “GGG” Golovkin e Dominic Wade, realizado em Abril de 2016. Trabalhando como comentarista para a HBO, Jones Jr declarou, ao final da contenda encerrada no segundo round após a terceira queda de Wade, que o homem que ele gostaria de assistir testando GGG era o atleta que dividirá o tablado com Yamaguchi no "The Cosmopolitan".

Exageros de Roy á parte, Fitch jamais enfrentou alguém extremamente talentoso, pelo contrário, seu recorde é cheio de “journeymans”, sendo Darnell Boone o mais complicado e conhecido deles – e que lhe arrancou um empate. A maior vitória de sua carreira aconteceu em sua última apresentação, em 18 de Novembro, quando transpassou Travis Scott, outro pugilista de cartel bonito, construído em cima de nomes sem magnitude. Mas, não se engane, Morgan é alto, rápido, tem um sistema defensivo razoável e um ótimo jab. Não deve, e nem pode, ser menosprezado.

Falcão, um talento natural da nobre arte, é o favorito, mesmo diante de um estadunidense nunca antes derrotado, que lutará em seu país, uma situação pouco corriqueira aos brasileiros. O boxeador capixaba transferiu recentemente sua base de treinamentos para Clearwather, na Flórida, terra que floresceu Keith Thurman aos tablados. Este foi um passo importante e não sei por qual razão não havia sido dado antes. Se acostumar com o boxe americano para quem luta nos pesos-médios é fundamental, e o litoral da Flórida é um bom lugar para isso, trazendo menos impacto para quem sai do Brasil em termos de estilo de vida.

Se bem preparado, “Guchi” tem talento para encarar qualquer um dos contendores ranqueados pelas quatro grandes entidades regentes do esporte de luvas. Contra Fitch, além de ser canhoto, o lutador tupiniquim apresentar-lhe-á uma disputa de dez assaltos, fato inédito na carreira do “Big Chief”. Nosso medalhista olímpico tem, portanto, boas armas para vencer a guerra que travará. Obtendo um êxito, sem dúvidas aparecerá bem colocado nos próximos rankings do CMB, aonde atualmente ocupa a 20ª posição.

O Brasil poderá conferir o confronto, ao vivo, à partir das 20 horas, na ESPN+. Vale lembrar que Falcão-Fitch é preliminar da programação cujo evento principal coloca o ex-campeão mundial, Yuriorkis Gamboa (26-1, 17 ko's), de Cuba, diante do mexicano Robinson Castellanos (23-12, 13 ko's), pelos pesos leves.

Mesmo em meio á sua concentração, Yamaguchi Falcão mandou uma mensagem aos leitores do Round13. Confira:

Comentários